O Mitsubishi UFJ Financial Group (MUFG) planeja lançar sua própria criptomoeda, que será respaldada pela moeda nacional.

Especialistas em cibersegurança da Japan Digital Design, uma subsidiária do Mitsubishi UFJ Financial Group (MUFG), identificaram o rastro de hackers que invadiram a corretora Zaif. Isso foi relatado pela CoinDesk com referência ao comunicado de imprensa da empresa.

Depois de examinar o movimento dos Monacoin a partir do momento do ataque, os especialistas identificaram a “fonte” do mesmo.

“Avaliamos as fontes das cinco transações em questão a partir do momento do movimento das moedas Monacoin no dia 20 de outubro, e fornecemos informações às autoridades sobre as características do remetente das transações”, informou o comunicado de imprensa.

Analistas não divulgaram a escala de suas descobertas, e não está claro quão precisos são seus resultados – segundo especialistas, durante a investigação eles “analisaram o canal de pagamento usando uma análise estática da Blockchain”.

“Instalando um nó de moeda virtual após um vazamento de moedas, confirmamos a possibilidade de obter tal evidência como o endereço IP do remetente, etc. Também coletamos dados para entender a exatidão das informações e o custo do rastreamento”, disseram eles.