Na encruzilhada: o que está esperando pelo Bitcoin após o lançamento dos futuros

Ao longo da semana anterior, os criptoinvestidores tentaram prever o destino do Bitcoin em conexão ao lançamento dos futuros de BTC na Exchange CBOE em 10 de dezembro, bem como ao próximo lançamento similar na CME em 18 de dezembro, não excluindo a provável negociação no próximo ano na Bolsa de Valores de Tóquio.

Publicado em 14 de dezembro de 2017 por

Ao longo da semana anterior, os criptoinvestidores tentaram prever o destino do Bitcoin em conexão ao lançamento dos futuros de BTC na Exchange CBOE em 10 de dezembro, bem como ao próximo lançamento similar na CME em 18 de dezembro, não excluindo a provável negociação no próximo ano na Bolsa de Valores de Tóquio.

O cofundador do banco de criptomoedas Wirex, Dmitry Lazarichev, oferece sua versão dos eventos.

Publicidade

Publicidade

Dois campos

Absolutamente todos concordam com o fato de que este é um ponto de viragem para um mercado com perspectivas positivas. Os futuros trazem aumento da liquidez e diminuição da volatilidade, além de maior previsibilidade dos movimentos de preços. Assim, a negociação se torna mais “civilizada”.

Em relação às perspectivas imediatas do Bitcoin, as opiniões diferem completamente: alguns acreditam que sob a pressão de “urso” dos investidores institucionais, o BTC se ajustado e diminuído até seu “valor real”, enquanto outros acreditam que a criptomoeda continuará seu crescimento e ainda nesta semana chegará a 20 mil dólares americanos sem muito esforço.

Walt Lukken, presidente e CEO da FIA (Future Industry Association), escreveu uma carta aberta a Christopher Giancarlo, da CFTC Commodity Futures Trading Commission, na qual advertiu que as Exchange estavam insuficientemente preparadas para a introdução desta ferramenta. De acordo com a FoxBusiness, os maiores bancos do país, como o Bank of America, Merrill Lynch e o Citigroup, se recusam a fornecer aos seus clientes acesso a essa ferramenta nesta etapa. Outros concederão acesso somente após uma verificação completa e apenas a um círculo privilegiado de seus clientes.

Publicidade

Publicidade

“Pontos brancos” da imagem

O primeiro ponto: a grande maioria dos contratos são de janeiro, encerrando em 17 de janeiro de 2018. Os contratos de fevereiro e março estão encerrados a um preço de US$18 mil e US$16.430, respectivamente. No entanto, dado que os principais players ainda ficam de lado, estamos em uma posição incerta. A questão de como o preço mudará em 14 de fevereiro e 14 de março é uma das mais interessantes no momento.

O segundo ponto: caso o BTC mostre crescimento ou queda “anormal”, a CBOE planeja suspender suas negociações por um tempo. No caso das ações, quando as bolsas de valores interrompem a negociação, isso geralmente traz sérias consequências àqueles que não conseguiram fechar a posição na negociação de margem. Ainda não está claro de que modo eles planejam regular o início das chamadas de margem em tais situações.

O terceiro ponto: a formação do preço do Bitcoin ocorrerá de acordo com regras diferentes do cenário anterior. Obviamente, os futuros terão um impacto significativo nos preços. Em primeiro lugar, o volume de negociação em futuros pode exceder em dez ou mais vezes o volume de negociação do mercado físico de Bitcoins. Em segundo lugar, o preço dos futuros é a priori estabelecido a um ponto no futuro (em um, dois ou três meses); no caso dos traders em Exchanges, se não seguirem esse preço, definitivamente o levarão em conta.

O quarto ponto: o fato de que o preço inicial na CBOE é obtido de apenas uma Exchange (Gemini) – o que já gerou insatisfação por parte de participantes e especialistas. Em particular, há suposições sobre a possibilidade de manipulação do curso.

O quinto ponto: os requisitos para a margem dos corretores são muito altos: ABN Amro – 40%, Interactive Brokers – 50%. Nem todo trader se arrisca a participar com esses termos. Ao mesmo tempo, depois de receber a primeira experiência nos próximos meses, pode-se esperar uma redução desses requisitos.

Em vez de recomendações

Estamos inclinados a acreditar que a maioria dos grandes investidores institucionais terá uma atitude de espera na próxima semana, e quando a imagem se tornar mais transparente, eles darão os primeiros passos. Fazer previsões sobre o destino da primeira criptomoeda do mundo será possível somente na base da situação prevalecente. De acordo com os gerentes de algumas empresas comerciais que lançam produtos baseados em criptomoedas, os criptoinvestidores e traders não profissionais provavelmente enfrentarão um crescimento da moeda no curto prazo. Outros eventos se desenvolverão dependendo do comportamento dos players no mercado de futuros.

Chrys

Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment