Nav Coin – criptomoeda anônima e acessível nas transações

Publicado em 2 de setembro de 2018 por

Nav Coin

A Nav Coin, criptomoeda criada em 2014, pertence a um conjunto antigo de criptomoedas que antecede ao modelo atual de ICOs, e surgiu com a proposta de ser anônima e de fácil acesso. Com o intuito de tornar cada vez melhor, desde sua implementação até hoje, a moeda passou por várias atualizações, gerando novos recursos e melhorias.

A moeda é alicerçada sob o código original do Bitcoin, mas contempla diversas mudanças em recursos importantes, como a implementação da NavTech.

A NavTech

É uma subcadeia que permite a mixagem e anonimato de transações. Além disso, a Nav substitui o algoritmo de trabalho do Bitcoin por provas de participação. Outro ponto interessante na comparação entre a Nav e o Bitcoin é que suas transações são mais rápidas e têm custos menores.

Publicidade

Custo e velocidade de transações e escalabilidade

Desde sua criação, um diferencial importante incorporado pela Nav é o tempo gasto em suas transações. Ao contrário do Bitcoin, por exemplo, que confirma os blocos a cada 10 minutos, a Nav vê confirmações a cada 30 segundos, ficando à frente também de moedas como Zcash (2 minutos e 30 segundos) e Monero (2 minutos).

Além de rápidas, as transações da Nav são suficientemente baratas. A criptomoeda preserva baixos custo de transação que custam em média 0,0001 Nav para transações padrões. Eventualmente transações privadas podem maiores custos.

Outro problema abordado pelos desenvolvedores da Nav está relacionado a escalabilidade. Claramente esse é um problema que tem despertado bastante atenção do mercado de criptomoedas de maneira geral. Nesse sentido, como alternativa, a Nav usa uma prova de algoritmo de consenso, que reduz o consumo de energia ligado à mineração. Além disso, a comunidade já ativou o SegWit, que diminui o tamanho do bloco.

Anonimato

Muitos são os motivos pelos quais os usuários demandam privacidade em suas transações. E, diversos desses motivos não são impróprios ou maliciosos. Assim, a privacidade simbólica e não rastreabilidade de um ativo são importantes aspectos do sistema financeiro. Por isso, a Nav é conhecida por ser uma moeda que respeita e garante a privacidade.

Contudo, as transações privadas não são obrigatórias e nem padrão. Ao contrário disso, elas são oferecidas como opção ao usuário. Caso o anonimato seja requisitado, a transação é totalmente dissociada da conta do usuário. Essas transações ocorrem por meio da sub-cadeia NavTech, a solução característica da Nav permite que o remetente envie tokens para o destinatário através de uma subcadeia do blockchain principal. A cadeia envolve vários servidores e por fim os tokens que o destinatário recebe não os mesmos que o destinatário enviou. Dessa forma, o NavTech garante que ninguém possa rastrear uma transação anônima.

O mercado

A moeda NAV foi lançada em 2014, desde então vem sendo comercializada no mercado. O total estão em circulação é de 63.012.637. Contudo, a comunidade NAV ainda é considerada pequena. Cerca de 72% dos tokens estão em posse de 100 carteiras. E estima-se que entre 1000 carteiras estejam distribuídos 92% dos tokens.

A capitalização total de mercado da NAV é de US$ 24.680.818 e o volume de negociação das últimas 24 horas (término 9h30min do 28/06) foi de US$ 1.676.906. Segundo o CoinGecko a moeda estava sendo comercializada no momento da redação por US$ 0,394238. Desde o seu lançamento, o valor máximo atingido ocorreu em janeiro de 2018 quando o valor do token foi de US$ 4,93.

A Binance, é responsável por 50% da comercialização de NAV, seguida da Bittrex e Upbit, que comercializam 20% e 15% respectivamente. O restante fica sob responsabilidade da Poleneix e Cryptopia. Além disso, os tokens podem ser adquiridos diretamente pelo site da NAV, usando cartão de crédito.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment