Negócios Crowdfunding em 2017

Com a crowdfunding indo para o próximo nível em 2017, novos e audaciosos conceitos estão começando a surgir com princípios descentralizados em seu núcleo.

Publicado em 17 de janeiro de 2017 por

Com a crowdfunding indo para o próximo nível em 2017, novos e audaciosos conceitos estão começando a surgir com princípios descentralizados em seu núcleo.

Sites como o Kickstarter pareciam ser a solução final à alguns anos atrás, no entanto agora o poder da tecnologia Blockchain do Bitcoin e a multidão combinadas podem significar que este ano uma escala de inovação sem precedentes pode atingir o grande público.

Publicidade

Publicidade

Projetos de multidões no setor FinTech muitas vezes significaram que investidores navegarão através de um mar de ICOs, lançamentos através de meios como o BnkToTheFuture foram notórios em 2016, juntamente com o tema das organizações autônomas descentralizadas – DAOs.

Usando Blockchain para o que é bom

Os sucessos e fracassos desses projetos estão estimulando os empresários a criarem a próxima geração de crowdfunding. Eles não estão apenas se concentrando em projetos, mas em empresas autogovernadas totalmente seguras.

“A falha fundamental no DAO é que qualquer pedaço de código será sempre vulnerável à pirataria. Alguma fé na humanidade vai ser necessária para manter qualquer pedaço de código em cheque”, Richard O’Neill, criador e CEO da plataforma de negócios crowdfunding, Banana Fund explicou.

A Banana Fund é uma nova abordagem do negócio de crowdfunding. Qualquer pessoa pode apresentar uma ideia que a plataforma e cuidar de consolidá-lo, executando uma campanha de crowdfunding e , posteriormente, o próprio negócio. Um gerente atribuído pode até mesmo executar o negócio com êxito, financiando o dia-a-dia, mantendo-se sob controle aos olhos da multidão. Além disso, os próprios empreendedores podem estipular quanto envolvimento direto ou controle deterão.

“Com o Banana Fund, quero usar a Blockchain para o que é bom. Implementar transações globais transparentes e irreversíveis, combinando isso com um negócio que é descentralizado, tanto quanto um negócio real pode ser “, O’Neill continuou.

Os benefícios da imutabilidade da Blockchain para a nova geração de negócios já está sendo provado vez por outra em contratos inteligentes, mas para o empreendedor não técnico, essa tecnologia ainda está fora de alcance. As soluções simples, como a de O’Neill, são consideradas promissoras.

“A Banana Fund não pode ser um pedaço automatizado de software de moedas por si só, mas estamos usando o Bitcoin para permitir que o centro das operações se foque o máximo possível  como o das criptomoedas, de uma maneira realista para o mundo em que vivemos hoje”, disse e continuou, “Estamos criando um Nível de jogo para que todos os usuários possam prosseguir com suas ideias de negócios, gratuitamente, e com garantias de que faremos todo o trabalho de acordo com seus termos, em um ambiente transparente e justo”.

Descentralização para leigos?

Em Projetos como a Wings, a multidão é o que mantém as engrenagens funcionando e os participantes são ricamente recompensados com equidade em projetos bem sucedidos.

No entanto, conforme os investidores de fora da comunidade de criptocorrência entram no jogo e com esta nova versão de incubadora de startups, o fator de automação pode parecer assustador. O’Neill afirma que é por isso que o Banana Fund é projetado como um compromisso saudável entre o progresso rápido e ainda instável de DAOs e plataformas tradicionais, que são sufocadas pela centralização e falta de dinamismo.

“Eu assisti o DAO se desdobrar, ele estava tentando fazer de forma automatizada e descentralizada, exatamente o que a Banana Fund está fazendo, de uma forma menos automatizada e menos descentralizada”, ele resumiu. “O princípio é exatamente o mesmo: forças de livre mercado desinibidas onde os usuários fazem e decidem o que querem que seja feito, assumindo a responsabilidade por suas próprias ações sob a forma de transações irreversíveis. Ninguém é intimidado pela regulação e burocracia protecionista, que sufoca a inovação ou assustam as pessoas “.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment