Northern Trust: Cuidado ao regulamentar a Blockchain

A Blockchain se trata de um banco de dados que nunca foi regulamentado, e precisamos ter muito cuidado ao fazer isso

Publicado em 30 de março de 2017 por

Um executivo sênior de uma das maiores empresas de serviços financeiros internacionais do mundo, falou que as autoridades de mercado devem se interessar pela blockchain e não se apressar para regulá-la.

Em um relatório do Financial News, Justin Chapman, diretor de advocacia de mercado e pesquisa de inovação da Northern Trust, disse em um recente briefing:

Publicidade

Publicidade

“A Blockchain se trata de um banco de dados que nunca foi regulamentado, e precisamos ter muito cuidado ao fazer isso”.

Chapman acrescentou que este empurrão para a regulação da blockchain poderia se provar um “perigo potencial” e que as autoridades de mercado devem se interessar em como a tecnologia muda as empresas financeiras apenas para negócios.

Regulando a Blockchain?

Houveram chamadas persistentes para regular a blockchain nos últimos tempos. A Comissão Europeia disse que está monitorando ativamente os desenvolvimentos de Blockchain e DLTs, alegando que seus casos de uso potencial tornam isso “muito promissor e desafiador”. Espera-se que o suporte adicional para a tecnologia venha a aumentar nos próximos meses.

Em janeiro, o governador do Bank of England, Mark Carney disse que a FinTech está democratizando os serviços financeiros. No entanto, enquanto está criando novos benefícios para as empresas e os consumidores, também trará novos riscos.

Em discurso na conferência do G20 do Deutsche Bundesbank sobre ‘Digitando as finanças, a inclusão financeira e a literária financeira’, Carney afirmou que os reguladores governamentais precisarão manter um forte foco no perímetro regulatório quando esses riscos emergirem.

No entanto, ao fazer isso, Carney acrescentou que através de novas tecnologias, como a blockchain, os governos podem ajudar a produzir um novo sistema financeiro para uma nova era.

Mesmo que países, como a China, estejam pedindo quase exigindo a regulamentação legal da tecnologia blockchain, a Autoridade Europeia de Valores Mobiliários e Mercados (ESMA) divulgou um relatório no mês passado afirmando que a ação reguladora para o livro distribuído “é prematura”.

No entanto, o fato da Comissão dos Assuntos Econômicos e Monetários (ECON) do Parlamento Europeu ter proposto uma força tarefa no ano passado para analisar as DLT e as moedas virtuais demonstra que eles estão empenhados em ver os desafios e oportunidades que a tecnologia possui.

Por agora, deve-se perceber que mais pesquisas são necessárias para o desenvolvimento da tecnologia. Ela ainda tem muito a revelar, e mostra uma área interessante de desenvolvimento para muitos indivíduos e empresas, que podem, através dela, produzir algo que tenha um valor a agregar aos serviços já existentes.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment