Nova ameaça de Grexit aumenta o volume do Bitcoin em 55%

O volume de transações de Bitcoin em 2017 aumentou 55%, aumento ocorrido a partir do otimismo e insatisfação com as alternativas de investimento das moedas tradicionais.

Publicado em 20 de fevereiro de 2017 por

O volume de transações de Bitcoin em 2017 aumentou 55%, aumento ocorrido a partir do otimismo e insatisfação com as alternativas de investimento das moedas tradicionais. 

Crescimento sustentável do Bitcoin

A ARK Investiment apresentou um gráfico que mostra um crescimento de volume ainda sustentado em 2017 pelo Bitcoin em relação ao de 2015-16, demonstrando um salto de 118%.

Publicidade

Publicidade

De acordo com Chris Burniske da ARK, “este é o volume transacional utilizando o Bitcoin como meio de troca, muito diferente do volume de negociação dentro das bolsas”.

Além das repercussões da regulamentação chinesa das exchanges, há agora um número crescente de países em todo o mundo, onde problemas profundos com as moedas locais estão impulsionando a captação de Bitcoin como um investimento, um refúgio seguro ou método transação.

Na Venezuela, Índia e México, configurando em todas as manchetes nos últimos meses, e agora a crise da dívida grega, está levando comentaristas a sugerir aos cidadãos descontentes que o país poderá em breve se juntar a eles na corrida pelo Bitcoin.

Demanda começa a superar a Oferta

Ao mesmo tempo, Burniske observa as consequências da taxa anual do Bitcoin de deixar cair a inflação de abastecimento para 4% no último verão pode só agora estar mostrando.

Ele citou o empresário e investidor Alistair Milne, que twittou no início do sábado que “parece possível que, pela primeira vez na sua história, o fornecimento diário extraído do Bitcoin já não pode atender a demanda de novos usuários”.

Demanda ultrapassando a oferta é música para os ouvidos dos intermináveis investidores, Milne também nota que a exchange americana, a Coinbase atingiu 300.000 novas inscrições de usuários nos últimos 15 dias. Na verdade, as ultimas estatísticas da Coinbase apontam que a empresa atingiu 6 milhões de usuários.

Grécia está no buraco novamente

Todos os olhos, entretanto, estão agora sobre a Grécia. Nesta segunda-feira, seus representantes se reúnem com o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional, para discutir o não pagamento de € 7,5 bilhões, o que era parte de um acordo da dívida ativa do país.

No entanto, sinais de alerta do governo do país sugerem que não só a Grécia não está disposta a pagar a tempo, mas também pode ficar completamente sem dinheiro a partir de julho, portanto, inadimplente sobre o remanescente do seu € 31,7 bilhões do resgate conferido para o país helênico pela UE.

A Economia da UE

No entanto, é provável que o FMI contribua com um valor de € 5 bilhões de empréstimo como uma medida provisória, com um porta-voz disse à Reuters: “Não vou comentar sobre a especulação. A posição do Fundo é bem conhecida e não mudou”.

Assim também, ao que parece, é a opinião de especuladores de moeda e outros sensivelmente afetados por qualquer nervosismo da Grécia. Os problemas financeiros previstos na Grécia e na Itália também poderiam dar suporte à demanda pela o criptomoeda nas próximas semanas.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment