Ocorre a primeira transação atômica entre Bitcoin e Ethereum

Plataforma descentralizada para o comércio de criptomoedas, Altcoin Exchange, anunciou a primeira transação atômica (swap) entre Bitcoin e Ethereum.

Publicado em 9 de outubro de 2017 por

 

Plataforma descentralizada para o comércio de criptomoedas, Altcoin Exchange, anunciou a primeira transação atômica (swap) entre Bitcoin e Ethereum. A informação foi divulgada pelo Bitcoin.com.

Publicidade

Publicidade

Como observa o jornal, a Altcoin Exchange trocou 0.12345 ETH por Bitcoins no âmbito de um processo on-line com código aberto.

“Fizemos o primeiro câmbio atômico entre Bitcoin e Ethereum. Em breve, falaremos sobre isso com mais detalhes “, escreveu a equipe no seu Twitter.

Na terça-feira, o CEO da Exchange, Andrew Gazdetski, anunciou sua intenção de criar um repositório no GitHub. Ele está convencido de que o futuro do comércio de criptomoedas está nas plataformas descentralizadas, e os swaps atômicos são um componente integral desse modelo de negócios. Em geral, Gazdetski está convencido que os swaps atômicos substituirão transações de câmbio tradicionais porque são mais seguros sem que isso signifique que eles são inferiores em termos de velocidade.

“Começando em junho de 2011, 26 trocas de criptomoedas centralizadas foram comprometidas, resultando em milhões de perdas. É por isso que precisamos de plataformas de comércio descentralizadas, sendo que as transações atômicas são mais um passo em direção ao nosso objetivo “, afirmou Gazdetski.

Dessa forma, a equipe da Altcoin Exchange tem certeza de que os swaps atômicos possibilitam transações quase instantâneas sem risco de comprometimento e roubo. Além disso, os desenvolvedores apreciaram a contribuição da equipe Decred e o fundador do Litecoin, Charlie Lee, para o desenvolvimento desta tecnologia.

O conceito de transações atômicas foi descrito pela primeira vez em 2013 por Tier Nolan. Graças a esta tecnologia, os usuários podem fazer uma troca direta de criptomoedas de duas Blockchains independentes sem recorrer a intermediários através de trocas ou plataformas de câmbio como a ShapeShift ou Changelly. Assim, os swaps atômicos podem ser considerados um dos principais links para assegurar o funcionamento do comércio p2p nas trocas descentralizadas.

Os canais de pagamento da Lightning Network – cujo trabalho está se tornando mais eficiente através do protocolo Segregated Witness – facilitam a implementação do câmbio atômico e tornam o próprio processo mais eficiente.

Lembramos que a primeira criptomoeda, que implementou a tecnologia de swaps atômicos, foi o Decred. Logo em seguida, foi realizado um swap (intercâmbio) atômico entre o Litecoin e o Vertcoin.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment