Um pedido foi apresentado na Comissão de Valores Mobiliários dos EUA em nome da Intercontinental Exchange (ICE) para alteração de regras no que se refere ao lançamento de Fundos de Índice (ETF), focados em futuros de Bitcoin.

Um pedido foi apresentado na Comissão de Valores Mobiliários dos EUA em nome da Intercontinental Exchange (ICE) para alteração de regras no que se refere ao lançamento de Fundos de Índice (ETF), focados em futuros de Bitcoin. Isso foi relatado pela CNBC.

Como segue no pedido, a ICE planeja incluir na sua listagem dois fundos: ProShares Bitcoin ETF e ProShares Short Bitcoin ETF, que acompanharão o preço do Bitcoin através de contratos de futuros.

As aplicações para o lançamento do ProShares Bitcoin ETF e do ProShares Short ETF foram arquivados pela primeira vez ainda em setembro, contudo, os futuros do Bitcoin ainda não existiam e, após um tempo, os pedidos foram retirados. Agora, quando os futuros do Bitcoin apareceram em duas bolsas americanas ao mesmo tempo, a ProShares espera finalmente receber uma aprovação da SEC.

Vale ressaltar que o presidente da ICE, Jeffrey Spencer, declarou anteriormente que não correria atrás dos derivativos de criptomoedas:

“Nós não consideramos uma corrida atrás de um produto e não seremos os primeiros a lidar com índices de bolsas de valores que não têm fama de serem muito transparentes”

Desde a aparição de futuros nas bolsas de valores de Chicago CBOE e CME, a Comissão de Valores Mobiliários se absteve de comentar oficialmente um ETF do Bitcoin. Analistas e participantes do mercado, no entanto, esperam que a SEC altere sua atitude para este instrumento, dado que a Commodity Futures Trading Commission (CFTC) aprovou o lançamento de futuros.