Opinião: aceitação de criptomoedas ajudará economias da Bielorrússia e Rússia

A correção do Bitcoin em 2018 não repetirá cenário de quatro anos atrás devido a significativas mudanças na estrutura do mercado. Esta suposição foi feita pelo analista e investidor de criptomoedas Willie Wu

Publicado em 8 de outubro de 2018 por

Independentemente dos desejos dos políticos, as criptomoedas se tornarão a base dos assentamentos mútuos internacionais. Esta opinião foi expressa pelo Presidente sobre política econômica da Assembleia Parlamentar da União da Bielorrússia e Rússia, Sergei Kalashnikov, e relatada pelo “Soyuznoye Veche”.

“Por mais que fechemos os olhos para a existência das criptomoedas, elas já estão à porta. E o primeiro a adaptá-las para suas necessidades terá mais sucesso que aquele atrasado”, afirmou.

De acordo com ele, é hora de a União Econômica Eurasiática (EAEU) e o Estado da União introduzirem sua própria moeda digital para assentamentos mútuos. Kalashnikov também acredita que os Bancos Centrais não devem interferir no processo de criação da criptomoeda estatal.

O presidente da Comissão acrescentou que a Bielorrússia está caminhando para adotar criptomoedas mais rapidamente do que a Rússia. No entanto, Kalashnikov observou que o processo de digitalização na Bielorrússia e na Rússia é lento.

“Isso acontece porque nossa administração não é direcionada para o futuro. Tomadores de decisão muitas vezes têm um nível muito baixo de competência. E enquanto aqueles que tomam decisões realmente não se concentram em tarefas que dão efeito em cinco a dez anos, apenas declarando as supostas “conquistas”, inventando números falsos, não haverá uma gestão eficaz”, salientou.

A China, de acordo com Kalashnikov, lidera a indústria criptomonetária graças à produção de equipamentos para mineração.

“A este respeito, a questão é: por que o Estado da União não se tornaria um poderoso cluster global para mineração e produção de equipamentos apropriados?”

Por fim, ainda em menção à Bielorrússia, lembramos que anteriormente, em janeiro deste ano, o país legalizou transações criptográficas a partir do decreto “Sobre o Desenvolvimento da Economia Digital”, que então entraria em vigor em 28 de março.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment