Opinião: Bitcoin não repetirá estagnação de 2014 devido à melhoria da infraestrutura de mercado

A correção do Bitcoin em 2018 não repetirá cenário de quatro anos atrás devido a significativas mudanças na estrutura do mercado. Esta suposição foi feita pelo analista e investidor de criptomoedas Willie Wu

Publicado em 28 de agosto de 2018 por

A correção do Bitcoin em 2018 não repetirá cenário de quatro anos atrás devido a significativas mudanças na estrutura do mercado. Esta suposição foi feita pelo analista e investidor de criptomoedas Willie Wu e divulgada pela NewsBTC.  

Em 2014, o Bitcoin sofreu a recessão mais profunda da história: depois de perder 90% do valor, a criptomoeda permaneceu em posições de baixo preço por muito tempo.

Willie Wu observou que a correção foi ainda mais exacerbada pela invasão e falência da corretora Mt.Gox. Naquela época, a plataforma processava até 90% das transações de Bitcoin sem ter os sistemas de segurança adequados. Portanto, não é de surpreender que o colapso da corretora tenha levado à “estagnação” da Primeira Moeda.

No momento, de acordo com o especialista, as empresas líderes no campo de criptomoedas oferecem cada vez mais soluções para a segurança e conforto dos investidores institucionais no mercado.

Recentemente, o vice-presidente da Coinbase, Adam White, publicou uma lista de princípios básicos conforme os quais os serviços da empresa são usados para investidores institucionais. Segundo ele, novos produtos farão com que a Coinbase adquira mais qualidades de um sistema financeiro aberto.

“Em geral, o Bitcoin de 2018 é muito mais saudável que o Bitcoin de 2014”, apontou Willie Wu.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment