Opiria: tenha controle sobre seus dados pessoais

O projeto Opiria foi criado por Christian Lange e Marlene Gaesch, ele é Ph.D em fatores humanos e ergonomia tendo também mestrado em mecânica, ela tem mestrado em ciências da computação com especialização em arquitetura de software escalável, engenharia de requisitos e gerenciamento de equipes internacionais de software. Juntos, eles planejaram o que pode ser a proteção máxima de seus dados pessoais na internet.

Publicado em 24 de Abril de 2018 por

Visão de futuro e planejamento de internet

O projeto Opiria foi criado por Christian Lange e Marlene Gaesch, ele é Ph.D em fatores humanos e ergonomia tendo também mestrado em mecânica, ela tem mestrado em ciências da computação com especialização em arquitetura de software escalável, engenharia de requisitos e gerenciamento de equipes internacionais de software. Juntos, eles planejaram o que pode ser a proteção máxima de seus dados pessoais na internet.

Do que, exatamente, se trata a Opiria?

A plataforma Opiria foi idealizada como solução para um recorrente problema da internet. Tem-se como exemplo o caso da venda de dados pessoais por parte de uma conhecida plataforma de mídia social que supostamente vendeu informações de seus usuários a uma empresa de publicidade – o caso escalou e foi parar no congresso dos EUA, mas não é o único. Quantos usuários temem inserir seus dados pessoais em diversos sites pela possibilidade de que eles acabem indo parar em mãos pouco confiáveis? A Opiria vem para oferecer uma solução para esse problema.

A plataforma é baseada na rede Ethereum e faz uso de tokens PDATA. Dentro dessa plataforma, será concedida aos usuários a oportunidade de negociar seus dados pessoais de forma direta, ou seja, sem nenhum intermediário. Também será possível controlar quem detém os dados, quem os usa e como os usa, tudo isso gerando uma renda ao usuário.

Vantagens do Opiria para os clientes:

  • Contratos inteligentes que garantirão a legitimidade e precisão das informações juntamente à proteção dos dados que será garantida pelos Tokens PDATA do sistema.
  • Possibilidade de rastrear quem está usando os dados e como eles estão sendo usados.
  • Criptografia dos dados em uma Blockchain e chave privada única para descriptografia através de um contrato inteligente.
  • Negociação de dados pessoais totalmente rastreável e transparente.
  • Legalidade das transações de dados dentro do Opiria de acordo com regulamentos da União Europeia.

Benefícios da Opiria para os compradores:

  • Contratos inteligentes que garantirão a legitimidade e precisão das informações juntamente à proteção dos dados que serão garantidos pelos tokens PDATA do sistema.
  • Alta confiabilidade dos dados, que permite que empresas consigam extrair insights dos dados dos clientes.
  • Negociação de dados pessoais totalmente rastejável e transparente, que concede à empresa a certeza de que está comprando um produto com garantia de origem, o que evita processos.
  • Legalidade das transações de dados dentro do Opiria de acordo com regulamentos da União Europeia.

Disso, conclui-se que o objetivo final da plataforma é garantir um mercado justo e confiável para dados pessoais, recompensando exatamente quem tem direito a essa compensação e excluindo o uso de má fé por parte de sites e mídias sociais.

A melhor coisa a se dizer sobre o Opiria ainda não foi dita: a plataforma já está em funcionamento e atualmente conta com 4 mil consumidores, 50 clientes – entre eles a Mercedes, a BMW, Audi e GM – e 4 parceiros de vendas. A próxima onda de crescimento está prevista para atingir a China, a Coreia do Sul e além.

Como funciona a negociação na Opiria

Assim que o consumidor recebe os Tokens PDATA, um contrato inteligente é criado e depois os dados do cliente são liberados para a empresa. Esses contratos, além de serem uma negociação simples, dispensam o uso do famoso intermediário, para que dessa forma, as negociações saiam mais em conta para a empresa ao mesmo tempo em que rendem mais para o detentor dos dados pessoais.

A plataforma planeja levantar algo em torno de US$30 milhões de dólares em sua ICO que se iniciará no dia 20 de abril e usará esse dinheiro para desenvolver seu ecossistema. A empresa tem planos grandiosos e pensa em atingir 50 países e contar com 250 mil consumidores até 2023.

Sendo uma plataforma descentralizada, a Opiria não está sujeita nenhum regulamento que possa paralisar suas transações.

Saiba mais sobre o projeto nas redes sociais. 

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Publicidade

Publicidade

Leave a Comment