Pedaço de paraíso em troca de Bitcoins: é possível comprar praia na ilha do Caribe por criptomoedas

Uma parte da Union Island – ilha turística que faz parte do São Vicente e Granadinas no Caribe – está à venda por 600 Bitcoins (cerca de US$7 milhões).

Publicado em 7 de dezembro de 2017 por

Uma parte da Union Island – ilha turística que faz parte do São Vicente e Granadinas no Caribe – está à venda por 600 Bitcoins (cerca de US$7 milhões). Isso é relatado pelo The Telegraph.

No anúncio de venda da Bloody Bay Beach com uma área total de 13 acres (cerca de 5,2 hectares), observa-se que o preço em criptomoeda é temporário.

“Damos à nova moeda uma oportunidade de encontrar lugar na tradição e história do mundo antigo”, diz a brochura da empresa Bloody Bay Company.

A praia Bloody Bay é descrita como um território “intocado, único e fantástico”. Inicialmente, os planos dos proprietários atuais eram construir uma mansão e um bar de praia na ilha; é assumido que os compradores precisarão levar esses desejos em consideração.

“O novo proprietário investirá em um dos hotspots no Mar do Caribe em termos de propriedade. Agora, muito dinheiro está sendo gasto no desenvolvimento da infraestrutura local e na transformação da região em um hotel de luxo”, disse o comunicado.

Vale ressaltar que a Union Island conta com uma população de 3 mil pessoas e está localizada ao lado da ilha privada de Mustique – popular entre os membros da família real britânica. David Bowie também já era dono de umaa mansão nesta ilha, enquanto Noel Gallagher, do grupo Oasis, escreveu a maior parte do álbum Be Here Now durante os feriados que passou nesse lugar.

Lembramos que em maio, a startup Bitt de Bitcoin e o serviço de identificação digital californiano Netki anunciaram o lançamento de uma rede de pagamento única baseada na Blockchain do Bitcoin para os países caribenhos.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment