Pesquisadores do MIT planejam usar Bitcoin contra roubo de dados

Publicado em 28 de maio de 2017 por

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) criaram um novo sistema de proteção de dados pessoais baseado no Bitcoin. O sistema chamado Catena foi apresentado esta semana em um simpósio do Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos (IEEE) sobre questões de segurança, de acordo com o site do MIT.

O sistema baseia-se na principal propriedade do sistema de blockchains – a incapacidade de usar o mesmo Bitcoin em dois lugares ao mesmo tempo, suportado por protocolos criptográficos.

Publicidade

Publicidade

“Nosso plano é usar o Bitcoin para impedir que os serviços online transmitam informações falsas. Quando você cria sistemas distribuídos e envia assinaturas digitais entre pessoas, esses sistemas podem ser hackeados e assim são enviadas informações falsas. Por exemplo, eles podem dizer “A” para uma pessoa, e “O” a uma segunda pessoa, queremos evitar que isso ocorra, ou até mesmo possível”, disse Alin Tomescu, autor do whitepaper da Catena.

Por exemplo, um hacker invadiu um sistema de criptografia de chave pública pode autenticar uma chave de criptografia falsa e forçar o usuário a revelar informações confidenciais. No entanto, ele não pode negar a autenticidade da verdadeira chave sem que isso soe um alarme, resultando em duas chaves com a mesma autoridade. O sistema Catena protege o usuário dessas discrepâncias.

Nesse caso, o sistema requer que todas as transações incluam a transferência real de Bitcoin. Você pode até mesmo enviar moedas para si mesmo, o que elimina a possibilidade de transferi-los para qualquer outra pessoa no mesmo bloco de destacamento. Assim, as discrepâncias no bloco são também eliminadas.

Publicidade

Publicidade

Outra característica do Catena é a capacidade de executar o sistema em smartphones, já que não há necessidade de baixar a blockchain inteira, cujo tamanho já excede 110 GB. O Catena baixa apenas uma pequena prova criptográfica cerca de 600 bytes por bloco, e não todo o conjunto de dados.

O Toyota Research Institute também fez uma parceria com o MIT Media Lab, onde a empesa explora  a possibilidade de usar tecnologia de blockchain para trocar dados entre veículos não tripulados de nova geração.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment