Polícia indiana fecha terminal criptográfico de Unocoin

Autoridades indianas começaram a investigar atividades de empresários ricos em Bitcoin e pretendem introduzir novas medidas restritivas contra as ICOs, que são consideradas "pirâmides financeiras".

Publicado em 24 de outubro de 2018 por

A polícia de Bangalore prendeu Harish BV, co-fundador da corretora Unocoin, e fechou um terminal criptográfico recentemente instalado. Isso foi relatado pelo Times of India.

Os agentes da lei confiscaram laptos, um smartphone, cartões de crédito e dinheiro (cerca de US$2,5 mil) de Harish BV.

A descoberta de terminais Unocoin aconteceu em 14 de outubro – através deles, investidores podiam depositar rúpias indianas diretamente de sua conta nas corretoras.

Alok Kumar, o comissário da polícia de Bangalore, no entanto, afirmou que devido à falta de licenças do Banco de Reserva da Índia e da SEC local, o Unocoin não tem direito de manter o terminal. Ele notou também que não há taxas de negociação de Bitcoin indicadas.

“Eles estavam envolvidos em suas atividades sem obter quaisquer licenças das autoridades de Bangalore”, salientou Kumar.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment