Preço do Bitcoin dispara para quase US$ 1500

Sendo cotado no Brasil em torno de R$ 4500, o preço Bitcoin está em uma ascensão meteórica, com especialistas de mercado jurando de pés juntos que ele irá atingir o valor de US$ 1500 antes do final dessa semana.

Publicado em 2 de maio de 2017 por

Sendo cotado no Brasil em torno de R$ 4500, o preço Bitcoin está em uma ascensão meteórica, com especialistas de mercado jurando de pés juntos que ele irá atingir o valor de US$ 1500 antes do final dessa semana.

Motivos por trás da subida

Conforme relatado antes, o preço do Bitcoin está sendo influenciado em maior parte por algumas movimentações políticas e de mercado em geral. Vamos agora enumerá-las uma a uma.

Nova febre da ETF Bitcoin

Estamos novamente esperando a SEC dos EUA anunciar sua decisão sobre a ETF Bitcoin dos gêmeos Winklevoss, o que inicialmente no mês de março fez com que o preço do BTC subisse para cima dos US$ 1.000.

Essa reavaliação sobre sua própria decisão foi pedida por uma das bolsas que poderia vir a comercializar tal produto caso o mesmo fosse autorizado pelo órgão. Agora, a mesma pessoa que disse “não” inicialmente autorizou uma nova revisão da decisão que deverá ser conduzida pelos delegados da SEC.

Honestamente não podemos prever o que irá sair desse mato, mas uma coisa é certa, terá motivação política. Praticamente toda decisão anterior da SEC foi motivada politicamente, então temos que ter uma noção mais exata do que a atual administração dos EUA deseja trazer à mesa. E como o Trump não é certo, nem dá certeza, o jeito é aguardar.

Volta das exchanges chinesas

As exchanges chinesas tiveram que congelar as retiradas e entradas de moeda fiduciária e ativos digitais em suas plataformas em fevereiro devido à uma decisão do Banco Popular da China (PBoC), o que fez com que o preço do Bitcoin despencasse.

Publicidade

Contudo, existe a possibilidade de que elas possam voltar a funcionar devidamente nas próximas semanas, uma vez que sejam qualificadas para tal pela autoridade financeira chinesa, segundo eles, para evitar a lavagem de dinheiro. Mas, todos sabemos que o problema real da China quanto ao BTC é a evasão de divisas, como o de qualquer outro país que mantém seu povo refém da moeda nacional.

No Brasil mesmo, assim que os políticos acordarem para as possibilidades quanto ao Bitcoin em proteger o dinheiro suado do povo, acabará fazendo o mesmo. Por isso, vale lembrar que não é aconselhável deixar seus ativos parados em corretora alguma. Só assim você pode se proteger desses desmandos.

Atualização “anti-fork” do Bitcoin Core

O preço do Bitcoin caiu ferozmente quando a discussão sobre a escalabilidade da Blockchain do BTC piorou. A solução Bitcoin Unlimited começou a ganhar mais suporte por parte dos mineiros e de pools de mineração, o que por sua vez gerou a ameaça de que a Blockchain do Bitcoin pudesse sofrer um hard-fork não planejado, criando duas redes independentes.

Ainda houveram rumores de que caso o Bitcoin Unlimited conseguisse um hash maior do que o Bitcoin Core, o primeiro poderia lançar um ataque de 51% sobre a outra rede, estraçalhando de vez qualquer chance para a blockchain do Bitcoin Core.

Contudo, na mais recente atualização isso se tornou impossível, pois o software do Bitcoin Core agora é compatível com a rede do Bitcoin Unlimited, o que assegura que a Blockchain do Bitcoin não se divida, ao menos não dessa vez, retirando a preocupação dos investidores quanto a isso.

Japão passou a aceitar Bitcoin e outras moedas virtuais como método de pagamento

Em 1.º de abril desse ano o governo japonês pôs em vigor uma lei que autoriza o Bitcoin e a criptografia baseada em Blockchain como método oficial de pagamento. Isso definitivamente legalizou o Bitcoin no país, o que também é visto como um dos motivos por trás da subida.

A confiança de mercado aumentou ainda mais, uma vez que várias lojas, algumas grandes como a Bic Camera, passaram a receber por seus produtos na criptomoeda. Além disso, reportamos recentemente que 18 empresas entraram com os documentos para serem corretoras oficiais de moedas virtuais no país.

Futuro do preço do Bitcoin

Bom, nenhum de nós possui uma bola de cristal mágica que dirá com exatidão qual será o preço do Bitcoin no mês que vem. Contudo, é justo dizer que com o atual otimismo do mercado é possível que vejamos alguns aumentos nas próximas semanas.

Publicidade

Existem especialistas que disseram que o preço do Bitcoin atingiria mais de US$ 100 mil até 2020, mas dada a atual proliferação da capitalização de mercado e seguindo uma linha racional a partir daí, é muito provável que até o final do ano estejamos em um patamar por volta de pelo menos US$ 3.000.

Entretanto, vale ressaltar que o preço atual do Bitcoin já está num marco histórico de valor, sendo negociado acima dos US$ 1.400. Além do mais, mesmo que cheguemos aos 3.000 dólares no final do ano, será com subidas e descidas.

Se você estiver entrando agora no mercado de criptomoedas, vale a pena lembrar de nunca investir mais do que você pode perder, como em qualquer mercado de alta volatilidade, e também tomar medidas de precaução para manter seu montante como o investimento consciente e o uso de ferramentas como o stop-loss e limit para permanecer seguro no caso de uma queda brusca nos preços.

Até agora tem sido um ano maravilhoso tanto para o Bitcoin quanto para as criptomoedas, vamos torcer para os ventos continuarem a soprar a nosso favor.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment