Primeiras eleições através de Blockchain são realizadas em Serra Leoa

Serra Leoa foi o primeiro Estado do mundo a realizar eleições presidenciais através da utilização da tecnologia de Blockchain – que foi usada como uma camada adicional de integridade na contagem dos resultados da votação.

Publicado em 11 de Março de 2018 por

O apoio técnico e a implementação da iniciativa foram fornecidos pela Agora Suíça, que durante dois anos se dedicou ao desenvolvimento da Blockchain privada. Tais Blockchains com direitos de acesso possibilitam a designação de validadores de blocos e participantes responsáveis ​​pela tomada de decisões.

No caso das eleições presidenciais em Serra Leoa, operadores com o direito de escrever no registro eram a Cruz Vermelha, a Escola Técnica Superior de Lausanne e a Universidade de Freiburg, sendo que qualquer pessoa poderia assistir ao processo através de nós adicionais que trabalharam somente em modo leitura.

Publicidade

Publicidade

Note que o uso da Blockchain permite não apenas a redução de riscos de interferência no processo de votação, mas também a divulgação mais rápida de resultados –  os resultados da eleição Agora foram anunciados duas horas mais rápido do que a comissão eleitoral. Embora vários processos participem diretamente os dados no bloco, funcionários da Agora tiveram que trabalhar manualmente esta fase.

“Olhando para este país, a tecnologia para assegurar uma votação transparente não é o que você pode esperar. Utilizando este software, países como Serra Leoa podem reduzir significativamente as contradições que surgem como consequência dos resultados das eleições, muito disputadas”, afirmou o CEO da Agora, Jaron Lukasiewicz.

O exemplo do uso da tecnologia de Blockchain para verificar a validade das cédulas e o resultado final da votação na Serra Leoa também é digno de nota porque os resultados das eleições presidenciais neste país africano no contexto da recente guerra civil sangrenta têm maior importância. Vale ressaltar que desde 1961, a maioria dos assentos no parlamento foram tradicionalmente ocupados por partidos concorrentes do Congresso Nacional e do Partido Popular da Serra Leoa, sendo que desta vez, os nomes de 16 candidatos de várias forças políticas foram listados nas cédulas.

Publicidade

Publicidade

Segundo Lukasiewicz, a Serra Leoa é apenas a primeira dessas experiências, e a Agora já está negociando com vários outros estados.

“No futuro, todas as eleições usarão Blockchain. Pois ela é a única tecnologia que pode oferecer uma plataforma completamente transparente para eleições justas e honestas”, enfatiza Lukasivich.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment