Qtum: a conexão entre as mais diversas blockchains

Qtum, um projeto de moeda digital open source que será lançada em breve, pretende unir as blockchain do bitcoin e Ethereum em um só lugar

Publicado em 12 de janeiro de 2017 por

Qtum, um projeto de moeda digital open source que será lançada em breve, anunciou esta semana que ultrapassou a marca de US $ 1 milhão recebidos em apoio dos principais executivos da indústria. Alguns dos apoiantes de alto perfil do projeto incluem o co-fundador da Ethereum e fundador da Jaxx Blockchain Interface, Anthony Di Iorio; Co-fundador da Augur e EIR da Blockchain Capital, Jeremy Gardner; OkCoin CEO, Star Xu; advogado de tecnologia Blockchain Bo Shen; Bilionário Kuaidi Dache, Chen Weixing; E o chinês anjo e investidor Xiaolai Li, entre outros.

O Projeto Qtum começou em março de 2016 como uma prova de conceito, liderada por Patrick Dai. Até agora, a equipe concluiu o projeto do modelo Qtum, a primeira moeda digital do mundo que pode executar contratos inteligentes com um mecanismo de consenso de Prova de Partilha baseado em um modelo UTXO (Unspent Transaction Output).

Publicidade

Publicidade

Dai, PhD em Ciências da Computação, anteriormente trabalhou no Alibaba. Ele iniciou sua pesquisa e desenvolvimento da tecnologia blockchain em 2013.

Em entrevista, Dai explicou que notou a falta de “inovação na tecnologia blockchain que sai da China”. Ele espera construir um novo ecossistema capaz de atrair um grande número de desenvolvedores na China e em todo o mundo.

Acrescentou: “O Qtum é um projeto global que visa conectar as comunidades Bitcoin e Ethereum existentes com as empresas. A Fundação Qtum, entidade com sede em Cingapura, vem dirigindo o desenvolvimento e supervisionando o projeto, e reuniu talentosos desenvolvedores do Bitcoin e Ethereum e também talentosos indivíduos das principais empresas globais, incluindo Baidu, Alibaba, Tencent e Nasdaq.”

“A equipe e a liderança foram os maiores fatores”, disse Di Iorio sobre sua decisão de investir em Qtum. “Eles têm uma história de execução e são muito bem orientados para os negócios. Muitos os consideram a melhor equipe da China”.

A tecnologia Blockchain tem atraído a atenção de muitas indústrias. No entanto, os casos de uso comercial ainda enfrentam desafios. “O projeto Qtum é para necessidades reais de negócios”, disse Dai.

Bo Shen, sócio da Fenbushi Capital e advogado de tecnologia de blockchain, disse: “Nos últimos dois anos, a comunidade de blockchains e o mundo dos negócios têm corrido paralelamente e acho que o Qtum é onde eles se encontrarão”.

Atualmente, dois dos mais importantes ecossistemas de blockchain (Bitcoin e Ethereum), têm plataformas incompatíveis. O Qtum pretende reunir os recursos de desenvolvimento do Bitcoin com desenvolvedores de aplicativos descentralizados (DAPP) do Ethereum.

O setor financeiro tem sido um dos exploradores mais ativos da tecnologia blockchain, embora o financiamento seja altamente regulamentado, especialmente na China. Esta indústria é a maior detentora de patentes relacionadas à blockchains. O Qtum também permite que os usuários autentiquem sua identidade através de contratos inteligentes, o que lhes permitirá usar aplicativos mais descentralizados, como os fornecidos pela indústria financeira.

De acordo com Dai, a tecnologia blockchain ainda não é mainstream. No entanto, através da estratégia “Go Mobile” da Qtum, ela empurrará as DAPPs para as massas.

A comunidade Qtum já lançou dois projetos comunitários: SpringEmail e Qloha. O SpringEmail espera combinar a tecnologia blockchain com o Simple Mail Transfer Protocol (SMTP), permitindo que os usuários usem a caixa de correio para enviar e receber pequenas quantidades de moeda digital.

O Qloha, que utiliza a nova plataforma de “mini-programas” da WeChat, permite aos usuários enviar tokens Qtum e conversar com bots para encomendar produtos ou serviços via WeChat. O aplicativo espera estender este recurso para outras plataformas de mensagens como o iMessage, Telegram e Facebook Messenger para melhorar a usabilidade da tecnologia blockchain.

A Qtum planeja ter uma crowdsale para cobrir os custos de desenvolvimento do projeto em 01 de março de 2017, através de seu site e intercâmbios.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment