Quem deveria levar o segundo lugar na corrida das alts

Enquanto o Bitcoin fica nesse chove não molha, sem saber se segue o Segwit, Unlimited ou qualquer outra opção de expansão dos blocos, o Dash começa a ganhar espaço como moeda digital/dinheiro.

Publicado em 4 de março de 2017 por

Enquanto o Bitcoin fica nesse chove não molha, sem saber se segue o Segwit, Unlimited ou qualquer outra opção de expansão dos blocos, o Dash começa a ganhar espaço como moeda digital/dinheiro.

A rede do Bitcoin está sobrecarregada, as transações estão lentas, mesmo pagando por elas, a transferência de recursos demora. Sei que muitos dizem que esse espaço deveria ser ocupado então pelo Ethereum, que hoje ocupa o segundo lugar em captação de mercado.

Publicidade

Publicidade

Mas por agora vamos analisar o ETH como moeda de transferência de recursos. Bem, a plataforma inteligente, em minha opinião, não é lá essas coisas, é preferível um burro que faça o trabalho do que um inteligente que não saia do lugar.

A capitação de mercado é outra coisa que me deixa de cabelo em pé. O ETH não tem uma capitação como as outras alts, essa imensa captação vem do investimento de empresas, e todos os dias a fundação Ethereum faz uma parceria nova que injeta dinheiro nela.

Ela não funciona na base da oferta e procura, como o bitcoin, o Dash e muitas outras criptomoedas. Que me desculpem os investidores e desenvolvedores do Ethereum, mas para mim, essa é uma alt restituída em seu conceito, uma vez que a fundação pode refazer qualquer coisa que não lhe agrade, pode fazer todo tipo de “casamento”, creio que em sua concepção ela não deveria nem mesmo ser considerada uma Altcoin.

Pois a liberdade que todos buscam nesse mercado, dentro da ETH ela não existe e, honestamente, para ter uma coisa controlada por uma fundação, que eu não sei que direitos defende, prefiro arriscar minhas chances com o governo mesmo, ao menos esse é um corrupto que eu já conheço.

Por isso acho que qualquer outra moeda poderia subir e se tornar a segunda moeda de negociação depois do Bitcoin, mas não o ETH, pois não tem os princípios de liberdade que a posição exige.

Thiago
Thiago é co-fundador e o suporte técnico, famoso faz-tudo, por trás do BTCSoul. Para ele o interesse nas criptomoedas, Blockchain e Bitcoin se encontra também em seu código.

Leave a Comment