A novas tecnologias revolucionaram a maneira como as pessoas se relacionam e realizam suas compras, gerando um novo modelo de relação entre os próprios consumidores e também sua relação com as lojas.

RainCheck

A novas tecnologias revolucionaram a maneira como as pessoas se relacionam e realizam suas compras, gerando um novo modelo de relação entre os próprios consumidores e também sua relação com as lojas. Contudo, apesar das constantes inovações e crescimento do mundo digital na vida cotidiana das pessoas, ao que parece, a maior parte delas ainda prefere ir à loja para fazer compras ao invés de fazer uma compra online.

Os itens comprados pelos consumidores podem ser divididos em duas categorias: “baixo toque” e “alto toque”. As mercadorias de “baixo toque” incluem passagens aéreas, aluguéis de hotel, entre outros. Nesses casos, muitas vezes os clientes já conhecem a qualidade dos produtos ou conseguem fazer uma pesquisa a esse respeito de forma rápida, prática e confiável. Ademais, em se tratando de produtos de baixo toque, o preço é um fator primordial. Por outro lado, os produtos de “alto toque” exigem um pouco mais de esforço do varejista. Se uma pessoa, por exemplo, quer comprar um par de sapatos ou uma peça de roupa vai preferir pegar no produto e poder experimentar a mercadoria antes de apagar por ela. Por isso, mesmo com todo avanço da tecnologia, internet e facilidade de acesso à produtos online, apenas 10% das compras são feitas online.

Nesse sentido, embora haja as quedas de tráfego de pessoas nas lojas, alguns setores e varejistas com lojas físicas levam vantagem em relação ao comércio digital. Apesar disso, com passar dos anos e desenvolvimento do ECommerce, os lojistas foram perdendo poder sobre os clientes e hoje são eles as figuras mais importantes nessa relação. Isso porque o comércio eletrônico, além de oferecer produtos, criou meios para que os consumidores pudessem comparar preços, variedade de produtos, proximidade e avaliações. Dessa forma, os clientes chegam às lojas cada vez mais preparados e conscientes daquilo que querem, como querem e quanto querem pagar.

Porém, com uma parcela tão grande, cerca de 90% das compras, sendo realizadas de maneira física, existe uma grande possibilidade de que o varejista possa retomar seu importante papel nessa relação. Para tanto, é necessário que as empresas invistam em plataformas para conhecer a necessidade de seus clientes, ofereçam produtos online e melhorem a experiência de seus clientes de maneira off-line, juntando o melhor dos dois mundos.

Nesse sentido, a RainCheck desenvolveu uma plataforma a fim de otimizar o comércio online/off-line (O2O) com o intuito de gerar recursos para os que os varejistas possam atrair e fidelizar novos clientes.  

Plataforma RainCheck

A RainCheck foi desenvolvida em 2014 com a intenção influenciar e medir o nível de descoberta/pesquisa de produtos online e conectar essas pesquisas à experiências e transações em lojas correspondentes, facilitando o modelo de comércio online/off-line. Além disso, a RainCheck oferece aos usuários links para cartões, onde é possível adicionar ofertas, pontos de fidelidade ou devolução de dinheiro a qualquer cartão de débito ou crédito.

Ao final do desenvolvimento da plataforma, o objetivo principal será fornecer aos seus usuários detentores de seus tokens, um ambiente descentralizado, no qual eles possam gerenciar e agregar pontos de recompensas de diversos planos de fidelidade. O token RAIN, da RainCheck poderá ser usado, portanto, para combinar vários esquemas de fidelidade.

Token RAIN

O token RAIN, criado para facilitar o acesso à plataforma e suas funções, foi desenvolvido baseado no protocolo Stellar, e executará um mecanismo de transferência dentro da plataforma. O RAIN foi projetado especialmente para processar micro pagamentos que podem manipular transações de maneira rápida e barata.

No momento da emissão, o RAIN será usado como valor de unidade dentro da fidelidade DAO. Além disso serão creditados por marcas de acordo com sua participação na comunidade. Ademais, os usuários detentores dos tokens RAIN poderão negociá-los a qualquer momento em trocas que o suportem.

Futuramente, assim que a plataforma estiver completamente desenvolvida, a RainCheck pretende usar a tecnologia Distributed Ledger Technology, a fim de oferecer aos consumidores a capacidade de compartilhar ou transferir tokens RAIN para bens e serviços de qualquer organização.

Detalhes da ICO

Atualmente a pré-venda dos tokens RAIN está em progresso através do site da RainCheck. Nesta fase é possível auferir um bônus de até 30%. Já a venda pública deve ocorrer no quarto trimestre deste ano.

No total serão cunhados 2 bilhões de tokens que serão distribuídos da seguinte forma: 35% serão destinados à distribuição pública; 15% à parte estratégica; 5% à equipe; 25% à recompensas; 10 % à comunidade; 2% consultores; 5% à outras recompensas; e 3% a ferramenta opcional.

Informações adicionais

  • Distribuição pública: 700.000 RAINS
  • Taxa Inicial: 0,04 USD
  • Soft Cap: US $ 6 milhões
  • Alvo: US $ 12 milhões
  • Hard Cap: US $ 28 milhões

Cronograma

Após a pré-venda que está em progresso e a venda pública programada para o quarto trimestre, a agenda da RainCheck continua da seguinte maneira:

  • Piloto de Ligação Cartão AU: quarto trimestre de 2018
  • Lançamento de carteira móvel: primeiro trimestre de 2019
  • LaaS Portal Beta: primeiro trimestre de 2019
  • Livro de Fidelidade: Março de 2019
  • Dinheiro de volta no nível da SKU: quarto trimestre de 2019
  • Geteway de pagamento: abril de 2020

Considerações

Dados os impactos das novas tecnologias no comportamento dos consumidores, o mercado torna-se carente de adaptações. Diante de todas as possibilidades e informações disponíveis online, apesar de preferir adquirir uma grande parte dos produtos em lojas físicas, os consumidores já chegam nesses estabelecimentos com ideias claras daquilo que querem comprar e quanto querem pagar. Por isso, para conseguir atrair e fidelizar seus clientes, os varejistas devem estar preparados para unir o mundo online e o off-line e oferecer aos consumidores a melhor experiência possível.

Nesse sentido, a RainCheck traz ao mercado uma inovadora plataforma que pretende oferecer aos varejistas novos recursos a fim de possibilitar e facilitar a melhor integração do comércio online/off-line trazendo maior credibilidade e viabilidade às lojas físicas.

Para saber mais sobre o projeto acesso oficial da RainCheck

Ou faça parte da comunidade nas redes sociais:

Facebook

Telegram

Reddit

Twitter

GitHub

Linkedin