Reddcoin – criptomoeda para mídia social

Já pensou em ser recompensado em tokens por suas postagens em redes sociais como o Facebook? Pois é, o Reddcoin faz isso. E o melhor é que você ainda pode trocar seus tokens por vale presentes ou outros itens a sua escolha.

Publicado em 1 de agosto de 2018 por

Reddcoin

Já pensou em ser recompensado em tokens por suas postagens em redes sociais como o Facebook? Pois é, o Reddcoin faz isso. E o melhor é que você ainda pode trocar seus tokens por vale presentes ou outros itens a sua escolha.

O Reddcoin, plataforma de mídia social, lançada em 2014, permite que qualquer usuário possa enviar ou receber pagamentos com sua moeda própria, o RDD. A versão blockchain de sociais como Facebook, Venmo e outras, oferece aos usuários a opção transferir dinheiro de forma rápida e prática para amigos e familiares, além de poder compensar autores de seus posts preferidos.

O Reddcoin não exige que sua própria plataforma seja usada para envio de dinheiro. Ao contrário, o Reddcoin, permite que os usuários integrem seus recursos de pagamento em diversas plataformas, incluindo Reddit, Twitter e outras.

Para tanto, o Reddcoin usa o protocolo Proof-of-stake-velocity (PoSV) que diverge substancialmente do protocolo Proof-of-Work (PoW) do bitcoin no sentido de não necessitar de uma grande quantidade de energia para mineração.

Principais recursos Reddcoin

  1. A criptomoeda Social Reddcoin pode ser integrada a diversas redes sociais para enviar e receber dinheiro sem custos
  2. O Reddcoin é uma criptomoeda de código aberto peer-to-peer que descendente do Litecoin;
  3. Modelo simples e fácil de envio de valores, semelhante ao “curtir” do Facebook.
  4. Abordagem diferenciada do protocolo PoSV que incentiva a participação ativa dos usuários
  5. Sistema já integrado em redes sociais importantes como Twitter, Reddit, Twich e outras.

Lançamento do Reddcoin e evolução no mercado

A moeda foi liberada para o público em fevereiro de 2014, depois de sua ICO pública levantar US$ 100 mil para investimentos iniciais.

Inicialmente, a RDD, criada em janeiro de 2014, foi desenvolvida como uma criptomoeda PoW. Contudo, em abril do mesmo ano, os desenvolvedores anunciaram uma transição da Reddcoin de PoW para PoSV.

Antes da transição ser completada em agosto de 2014, a circulação total de RDD era de 27 bilhões. Atualmente, a moeda tem fornecimento de circulante de 28.808.713.174. O fornecimento resultado é uma inflação de 5% ao ano, e não existe um limite estabelecido para oferta máxima de RDD.

No mercado, a moeda seguiu em ritmo estável até final o de 2017. No início de 2018, no entanto, o preço subiu consideravelmente, quando chegou a ser vendida por US$ 0,030565 no dia 6 de janeiro. De lá para cá, o preço da moeda seguiu a tendência da maioria das criptomoedas e caiu fortemente. Segundo CoingGecko, no momento da redação o valor da RDD era de US$ 0,005123, queda de cerca de 83% em relação ao seu melhor valor.

Projeções do mercado

A ideia de pagar as pessoas por gostar de suas publicações, num primeiro momento parece estranha. Todavia, as gorjetas são práticas comuns em grande parte do mundo, incluindo os Estados Unidos. Além disso, outras plataformas já obtiveram trajetórias de sucesso partindo do mesmo ponto.

A Reddcoin percorreu um caminho interessante até e resistiu firmemente no merco. Mas seus próximos passos não são tão previsíveis. É preciso esperar para conhecer a reação dos usuários num âmbito maior para saber qual será a aplicabilidade e demanda da moeda.

Além disso, em outro contexto, os próximos movimentos de outras criptomoedas como o Bitcoin e Ethereum também devem ser levados em consideração já que são os principais medidores desse mercado.

As moedas RDD podem ser negociadas pela Bittrex, Upbit, Cryptopia, por Bitcoin e Ethereum.

Para conhecer mais sobre o Reddcoin acesse o site oficial pelo link: https://reddcoin.com/

Ou siga pelas redes sociais:

Twitter: https://twitter.com/reddcoin

Facebook: https://www.facebook.com/reddcoin

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment