Ontem, dia 11 de dezembro, o bloco número 5.000.000 foi minerado pela rede Ethereum Classic e com ele, o hard fork planejado foi implementado com sucesso.

Desenvolvedores do Ethereum Classic anunciaram a atualização bem-sucedida da rede no bloco de número 5.900.000, o que permitiu a eliminação da chamada “bomba de complexidade”.

Como relatado pela CoinDesk, é difícil determinar o número exato de nós atualizados, sendo que no entanto, de acordo com os desenvolvedores participantes do projeto, a maioria dos nós e pools de mineração informaram que atualizaram seu software bem antes da atualização planejada da rede.

Imediatamente após a atualização, não houve sinais de consequências negativas ou erros. Espera-se que a atualização reduza o tempo necessário para criação de blocos e, além disso, separe ainda mais tecnicamente e ideologicamente as Blockchains do Ethereum e do Ethereum Classic.

A discussão sobre um possível fork começou ainda em 2016. Enquanto a comunidade Ethereum está se inclinando para a transição para Proof-of-stake, a comunidade Ethereum Classic decidiu continuar usando a Proof-of-work.

De acordo com os participantes do Ethereum Classic, essa maneira de alcançar o consenso é mais eficaz contra a centralização. Defensores dessa abordagem argumentam que o algoritmo Proof-of-work exige que as mineradoras invistam constantemente em equipamentos e, consequentemente, na Blockchain.