Os cônjuges Arthur e Caitlin Brightman exigiram que a Fundação Tezos cobrisse os custos associados aos processos judiciais em relação às acusações de fraude e violação de leis de valores mobiliários.

Após um período suficientemente longo de preparação e a necessidade de resolver questões legais, os desenvolvedores do protocolo Tezos anunciaram o lançamento da rede principal do projeto.

O Tezos é posicionado como um protocolo de rede para sistemas de contratos inteligentes seguros e prontos para o teste de tempo. Segundo os fundadores do projeto, a plataforma se foca em aspectos fundamentais como transparência, segurança e gerenciamento por meio de consenso.

Vale ressaltar que o lançamento de uma versão viável do software foi feito ainda no final de junho. Depois disso, os tokens do projeto Tezos foram listados em várias corretoras sob o ticker XTZ.

Os desenvolvedores anunciaram a conclusão do modo experimental e a saída da versão beta somente no último final de semana.

No verão do ano passado, a Tezos realizou uma campanha de crowdsfunding, durante a qual arrecadou um montante recorde para a época de US$230 milhões. Não demorou, no entanto, para que o projeto enfrentasse uma tempestade de ações coletivas, o que também causou um longo atraso no lançamento da plataforma.

Logo após o lançamento da rede principal na segunda-feira, o início da negociação do token em pares com o BTC e o USD foi anunciado pela Bitfinex:

Vale notar que na véspera do lançamento da rede principal do Tezos, o token demonstrou um impressionante crescimento: ao longo do dia passado, o preço do XTZ aumentou em mais de 5%, enquanto para o período de uma semana, este valor foi superior a 32%. No momento da publicação, a taxa média ponderada de XTZ, de acordo com o CoinMarketCap, era de US$1,63 (0,00025835 BTC).