Regulador financeiro de Israel não pretende proibir realização de ICOs

A Comissão de Valores Mobiliários de Israel (ISA) disse que não vai proibir o mercado de Ofertas Iniciais de Moedas (ICO). Neste caso, a tecnologia de Blockchain deve ser regulada por um quadro legal e regulamentar separado.

Publicado em 10 de novembro de 2017 por

A Comissão de Valores Mobiliários de Israel (ISA) disse que não vai proibir o mercado de Ofertas Iniciais de Moedas (ICO). Neste caso, a tecnologia de Blockchain deve ser regulada por um quadro legal e regulamentar separado. Isto foi afirmado pelo presidente da ISA, Professor Shmuel Hauser, e publicado pelo Finance Magnates.

Segundo ele, a tecnologia dos registros distribuídos está entrando gradualmente no cotidiano, ao contrário do modelo ICO, que até agora se assemelha a uma bolha.

Publicidade

Publicidade

“Quem disse que o Bitcoin custa 7.000 dólares? É necessário garantir que a moeda criptográfica não seja uma nova mutação do setor de opções binárias”, destacou Shmuel Houser.

Ele também observou que a ISA planeja avaliar os requisitos regulamentares e as obrigações legais no âmbito das ICOs com base em cada caso individual, e não buscará uma proibição direta no setor em desenvolvimento.

“Somente as ICOs relacionadas a valores mobiliários ficarão sob a jurisdição da ISA. No entanto, este instrumento financeiro faz parte da evolução que aplaudimos no setor de financiamento. Mas precisa ser devidamente gerenciado e gerenciado corretamente”, resumiu Hauser.

Espera-se que os projetos de lei que regem as ICOs e a Blockchain sejam submetidas à consideração da ISA até 31 de dezembro.

Lembre-se de que, em setembro, Israel começou a explorar a conveniência de regulamentar as ICOs e o cumprimento desta área com a legislação do país sobre valores mobiliários.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment