O chefe do comitê econômico do parlamento iraniano, Mohammad Reza Pourebrahimi, afirmou que os residentes do país retiraram US$2,5 bilhões da economia por meio de Bitcoins e outras moedas digitais.

O chefe da Organização de Defesa Civil do Irã, Gholam Reza Jalali, afirmou que as criptomoedas podem proporcionar ao país grandes oportunidades em nível internacional. Isso foi relatado pela agência Mehr, de notícias.

“Criptomoedas podem ajudar a contornar certas sanções através de operações bancárias não rastreáveis”, disse ele.

No entanto, ele observou que as criptomoedas são uma faca de dois gumes, uma vez que “violam os sistemas financeiro e monetário de cada país”. Gholam Reza Jalali enfatizou também a importância de criar uma moeda digital nacional que poderia ser usada em caso de necessidade.

Vale notar que em agosto, o centro de ciberespaço iraniano anunciou a conclusão dos trabalhos sobre a lei nacional de criptomoedas.

Comentando sobre o sistema SWIFT, o general acrescentou que o Irã pretende reduzir sua dependência do dólar dos EUA e substituí-lo por outras moedas.

Vale ressaltar que em maio, foi anunciado que o Irã e a Rússia criarão uma alternativa ao SWIFT com base em criptomoedas.