O dinheiro digital pode representar uma ameaça à estabilidade financeira, disse Randal Quarles, vice-presidente da fiscalização da Reserva Federal dos EUA.

Representantes do Sistema de Reserva Federal dos Estados Unidos (FRS) disseram que sua organização estava aberta para usar a tecnologia de registro distribuído e moeda criptográfica em transações financeiras. Isso foi relatado pela revista Fork Log.

De acordo com o FRS, graças ao uso de “tecnologias do século XXI”, a interação entre os bancos centrais pode se tornar mais efetiva. Também no relatório publicado, diz-se que o regulador financeiro está estudando sistemas mais confiáveis, rápidos e efetivos, projetados para melhorar a eficácia da interação de bancos e outras organizações, tanto a nível nacional como internacional.

“O Federal Reserve considerará várias opções para melhorar os serviços existentes e continuará a estudar as propostas das partes interessadas, a fim de compreender melhor as possíveis consequências da introdução de novas tecnologias de pagamento, incluindo blockchain e criptomoedas, que possam melhorar a eficiência e segurança do sistema financeiro dos EUA”, declara o FRS em seu relatório.

Anteriormente, a FRS apresentou um relatório sobre a tecnologia de blockchain, onde examina possíveis áreas de aplicação da nova tecnologia, bem como as vantagens e desafios associados à sua implementação.