Ripple fecha acordo com 15 dos maiores bancos do mundo

Ripple será atuante no setor bancario em poucos anos

Publicado em 23 de setembro de 2016 por

Com o lançamento da “Global Payments Steering Group”, o empreendimento baseado em blockchain e Fintech, Ripple, revelou detalhes de um novo grupo interbancário que criará a primeira “rede de pagamentos regulamentada em blockchain” para transferências de dinheiro globais.

Em um anúncio hoje, a Ripple disse que os bancos estão cada vez mais perto de políticas uniformes e boa governança para a transferência de dinheiro ao longo da blockchain.

A Global Payments Steering Group (GPSG) tem seis membros fundadores e será o primeiro grupo interbancário de pagamentos globais baseadas na tecnologia blockchain.

Seus fundadores incluem Bank of America Merrill Lynch e Royal Bank of Canada da América do Norte; Os bancos europeus Santander, UniCredit e Standard Chartered; e o australiano Westpac Banking Corp.

Um comunicado a imprensa revelou que o GPSG irá “supervisionar a criação e manutenção de regras de transação de pagamentos, formalizando padrões de atividade usando Ripple, e outras ações de apoio à implementação das capacidades de pagamento em Ripple.”

Donald Donahue, ex-presidente e CEO da Depository Trust & Clearing Corporation (DTCC), o prestador de serviços financeiros pós-negociação da Wall Street, irá assumir o papel de Presidente no grupo interbancário recém-fundado. Ele afirmou:

A criação de GPSG é significativa porque isso representa a primeira vez que grandes bancos têm formulado políticas que regem a transferência de dinheiro através das fronteiras utilizando blockchain.

Ao todo, Ripple e seus parceiros visam reduzir o tempo de liquidação e os custos introduzindo novos métodos para facilitar altos volumes, as transações de baixo valor, a nível mundial, utilizando a tecnologia blockchain.

CEO Ripple e co-fundador Chris Larsen acrescentou:

Hoje, as pessoas esperam que o dinheiro se mova na velocidade da Internet. É por isso que estamos trabalhando com esses grandes bancos para atender à necessidade de pagamentos internacionais mais rápidos.

Publicidade

Publicidade

Ele vê o GPSG permitindo que as instituições financeiras e seus clientes realizem “novos tipos de pagamentos em larga escala.”

Em transformar o potencial da blockchain a aplicabilidade no mundo real, chefe do Santander em R & D acrescentou:

“É hora dos bancos discutirem os potenciais benefícios da blockchain, para torná-las uma realidade.”

A criação deste grupo interbancário vem pouco depois do Ripple ter assegurado $55 milhões em investimentos de série B no começo deste mês. Até o momento, a rede de parceiros bancários do Ripple incluem 15 dos 50 maiores bancos globais. Dez dos quais estão na fase de acordos comerciais e o Ripple já completou 30 acordos pilotos com outros bancos.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment