Sangue nas ruas: criptomoedas e mercados de ações globais demonstram declínio simétrico

O mercado de moedas digitais foi atrás dos mercados financeiros tradicionais, que na quarta-feira sofreram o maior colapso nos últimos oito meses.

Publicado em 12 de outubro de 2018 por

O mercado de moedas digitais foi atrás dos mercados financeiros tradicionais, que na quarta-feira sofreram o maior colapso nos últimos oito meses.

Sangue nas ruas: criptomoedas e mercados de ações globais demonstram declínio simétrico. BTCSoul.com

Sangue nas ruas: criptomoedas e mercados de ações globais demonstram declínio simétrico. BTCSoul.com

A taxa média ponderada de Bitcoin caiu quase 5%, para US$6,3 mil, enquanto os outros participantes da lista TOP-10 da CoinMarketCap, com exceção do Tether, sofreram ainda mais. O Ethereum, segunda criptomoeda em termos de capitalização, foi novamente ao nível psicológico de US$200, tendo caído em mais de 11%.

Na quarta-feira, dia 10 de outubro, a Dow Jones Industrial Average caiu 3,15%, enquanto o índice S & P 500 diminuiu 3,29%. Além disso, as ações de empresas de tecnologia sofreram bastante: Apple, -4,63%; Google, – 5,06%); Twitter, – 8,50%; Facebook, – 4,13%; Netflix, – 8,38%; e Microsoft, – 5,43%.

Sangue nas ruas: criptomoedas e mercados de ações globais demonstram declínio simétrico. BTCSoul.com

Seguindo o mercado americano, os asiáticos também entraram na zona vermelha: na sessão abertura da quinta-feira, o principal índice Nikkei, da Bolsa de Valores de Tóquio, caiu em quase 4% – ele foi seguido pelos índices das bolsas de valores de Hong Kong e Xangai. Adicionalmente, o FTSE100, da Bolsa de Valores de Londres, reagiu menos acentuadamente, caindo em apenas 1,7%.  

Uma das principais razões para vendas massivas nos mercados de valores mobiliários é o crescimento de 3,2 % no rendimento dos títulos do governo americano de 10 anos. Os investidores temem que isso possa levar a uma saída substancial de fundos dos mercados de ações. É importante notar também que, no contexto do colapso, o Federal Reserve (FRS) dos EUA foi criticado severamente pelo presidente Donald Trump por elevar muito rapidamente a taxa de juros.

Vídeo

“Acho que estão cometendo um erro. Esta é uma política muito rígida. O Fed enlouqueceu”, enfatizou o presidente.

Vale ressaltar que a fortuna de Warren Buffet, famoso crítico do Bitcoin, diminuiu em US$ 4,5 bilhões em apenas um dia, enquanto que as ações do holding de investimento Berkshire Hathaway, caíram em 4,93%. Este foi o maior declínio desse ativo desde dia 8 de agosto de 2011 – na época, os mercados reagiram negativamente à redução da classificação de crédito dos EUA pela Standard & Poor’s.

Enquanto isso, os futuros para os índices Dow Jones e S & P 500 indicam que a queda pode continuar na abertura da sessão americana na quinta-feira.

Acrescentamos que até recentemente, não havia nenhum fundo negativo capaz de provocar um colapso tão profundo no mercado de criptomoedas – dessa forma, pode-se supor que a razão para a venda em massa é o colapso dos mercados tradicionais.

Lembramos que no dia 5 de fevereiro, o índice Dow Jones estabeleceu um recorde histórico negativo, perdendo 1.175,21 pontos. Naquele momento, as pessoas mais ricas do planeta perderam cerca de US$114 bilhões em apenas um dia. Adicionalmente, a capitalização de mercado das criptomoedas caiu de US$390 bilhões para US$276 bilhões em apenas 34 horas – o preço do Bitcoin caiu para US$6.048.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment