SBB sistema ferroviário suíço, habilita venda de bitcoins

Quiosques SBB

Publicado em 29 de outubro de 2016 por

Aumenta cada vez mais o uso de bitcons para compra de produtos da vida real ganha espaço, depois de ter seu uso aceito para pagamento de contas de energia no Japão, agora é a vez do sistema ferroviário suíço, a SBB anunciou hoje quem em breve oferecera a opção de compra da moeda em estações cadastradas. Em 11 de novembro do ano corrente, aqueles que tiverem números de telefone com sede na Suíça e uma carteira legível QR poderão comprar criptomoedas nas estações associadas.

O serviço de comboios SBB tem um dos mais movimentados postos fronteiriços internacionais da Europa. Agora, a empresa vai oferecer bitcoin em quiosques de ingressos, pela sua atual popularidade na região. SBB disse na Suíça há um “aumento do número de lugares que aceitam bitcoin.” A empresa está vendendo a criptomoeda em incrementos entre CHF 20 e CHF 500. No entanto, a própria estação não aceitará o uso do bitcoin para compra de bilhetes de trem.

A SBB Swiss Federal Railways explica em seu site como encher uma carteira bitcoin usando qualquer máquina de bilhetes SBB. Os usuários simplesmente selecionam “mobile top up” depois selecionam bitcoin na interface do quiosque. Em seguida, os usuários digitalizam o código QR de sua carteira e selecionam a quantidade que gostariam de comprar. Após a confirmação da quantidade, residentes da Suíça devem fornecer um número de telefone válido e, em seguida, um código de segurança (MTAN) será enviado para o telefone.

Quiosques SBB

SBB tem uma rede de distribuição significativa com mais de 1.000 máquinas de bilhetes. De acordo com a publicação da Handelszeitung, os quiosques vão cobrar uma taxa de 6% sobre as vendas de bitcoin. Handelszeitung disse que a SweePay iniciou o negócio de quiosques de bitcoin. A opção de pagamento via cartão de credito ainda não esta habilitada, porém isso deve mudar no futuro. Existe ainda um teto de compra para bitcoin fixado no momento no valor de 5000 francos suíços para compras de Bitcoin por ano.

A ferrovia nacional confirmou com a Handelszeitung que as vendas nos quiosques marcam o início de um teste de dois anos. A agência de notícias suíças informaram que a SBB quer ver se há ou não um mercado substancial para compras da criptomoeda. O porta-voz Christian Ginsig disse ao jornal Der Bund que, por enquanto, os usuários não podem obter bilhetes usando a moeda digital. “É um negócio de nicho para SBB,” Ginsig explicou. “Bilhetes SBB não podem ser pagos com a moeda virtual”, o porta-voz da SBB acrescentou.

“Cripto-VALLEY” reforçou a parceria entre a SBB E SWEEPAY

zug_zytturm_1

SweePay foi fundamental na criação da parceria. Zug é uma cidade bem conhecida na Suíça com uma comunidade Bitcoin bastante significativa. Também conhecida como “Cripto-Vale”, a cidade acredita que é o Silicon Valley da criptomoeda e tecnologia blockchain.

Já no início de maio, a cidade de Zug revelou que estaria testando um sistema que aceita bitcoin para serviços governamentais. Isso irá permitir que os cidadãos de Zug pagem os serviços públicos usando bitcoin, mas com a possibilidade de num futuro não muito distante aceitem também as altcoins.

“Queremos expressar nossa abertura para as novas tecnologias e para ganhar experiência própria em um estágio inicial. E vamos convidar as empresas FINTECH na região de Zug para trocar ideias com o conselho da cidade. O nosso objetivo é obter uma melhor compreensão de suas necessidades, e com isso melhorar nossas vidas e a nossa área econômica”, disse o presidente do conselho da cidade de Zug, Dolfi Müller.

Publicidade

Publicidade

A venda de bitcoins em todas as estações ferroviárias mais movimentadas da Suíça vai dar aos defensores da criptomoeda mais locais para comprar. Se o programa for bem-sucedido, como é muito possível, SBB pode permitir a compra dos bilhetes com o criptomoedas no futuro próximo. Por enquanto, a disponibilidade ao longo de seus mais de 1.000 quiosques é um grande começo.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment