A Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos (SEC) começou a considerar duas ofertas de fundos de índice de Bitcoin (ETF) sem qualquer publicidade. A julgar pelos documentos datados de 23 de março e publicados no dia anterior, a agência já está se preparando para os procedimentos formais pertinentes.

Empresas que atraem recursos por meio de vendas de tokens digitais não devem ter ilusões e pensar que o governo as tratará de maneira diferente das empresas que participam do mercado tradicional de valores mobiliários. Tal declaração foi feita pelo chefe da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, Jay Clayton, nesta quarta-feira, 6 de junho. Isso foi relatado pela Bloomberg.

Dando um sinal mais que claro de que a luta entre a SEC e ICOs fraudulentas está apenas começando, ele também observou que já existem exemplos de como players desonestos, depois de convencer os investidores a entregar seu dinheiro, deixaram os EUA.

“Eu não vou mudar nossa abordagem para as ofertas de negociação de valores mobiliários apenas porque alguém os coloca na forma de tokens. Eu protejo a integridade do mercado. E o comportamento que estamos vendo [nesse mercado] é muito ruim. Caras com sacos de dinheiro que querem atravessar a fronteira, nós sabemos sobre vocês”, afirmou Jay Clayton.

Em abril, o comissário Robert Jackson, disse que o segmento criptomonetário ainda estava “cheio de eventos alarmantes”, acrescentando que o mercado de ICOs precisa ser regulamentado e que a principal prioridade nessa questão deve ser proteger os investidores.