SEC suspende negociação de ações da Crypto Company

A Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos (SEC) começou a considerar duas ofertas de fundos de índice de Bitcoin (ETF) sem qualquer publicidade. A julgar pelos documentos datados de 23 de março e publicados no dia anterior, a agência já está se preparando para os procedimentos formais pertinentes.

Publicado em 21 de dezembro de 2017 por

A Securities and Exchange Commission (SEC) congelou negociações em ações da empresa California Crypto Company, que fornece serviços de consultoria na área de criptografia. Isso foi relatado pela CoinDesk.

“A comissão suspendeu temporariamente a negociação das ações da Crypto Company devido a preocupações com a precisão e adequação das informações sobre a empresa, em particular, sobre a compensação paga pela promoção da empresa. Além disso, nossa agência chamou a atenção para os planos dos iniciados [neste contexto: representantes da própria empresa] de vender suas ações. Também em novembro de 2017 supostamente houveram operações manipulativas relacionadas às ações da empresa”, disse o ministério em comunicado.

Publicidade

Publicidade

Muitos especialistas estão convencidos de que as ações da Comissão estão relacionadas ao crescimento exponencial do preço dos títulos da empresa, que somaram 1.800% no último mês, o que permitiu que a capitalização da Crypto Company superasse o limite de US$11 bilhões.

As medidas restritivas da SEC estarão vigentes até 3 de janeiro.

Lembramos que anteriormente, a SEC suspendeu a atividade de um esquema fraudulento disfarçado de ICO do residente canadense Dominique Lacroix, e de sua empresa PlexCorps, que prometia aos investidores um lucro de até 13 vezes em menos de um mês.

Chrys

Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment