Sistemas operacionais MAC são vítimas do vírus de mineração DevilRobber

Publicado em 14 de julho de 2017 por

O trojan mineiro DevilRobber (OSX.Coinbitminer) ocupou o segundo lugar entre as ameaças mais comuns para computadores com sistema operacional (SO) MAC em junho. Isso foi publicado no relatório da Symantec, empresa envolvida no desenvolvimento de software no campo da segurança da informação.

Os especialistas assumem que os usuários acidentalmente se contaminam com o vírus enquanto buscam informações sobre a mineração de criptomoedas. O Trojan DevilRobber é instalado silenciosamente nos computadores Mac e a partir dai começam a minerar moedas criptográficas, usando para esse fim o poder de computação da placa gráfica das máquinas.

Para aumentar os lucros, o vírus usa uma variedade de computadores e, ao mesmo tempo em que minera, rouba moeda virtual das carteiras dos mineiros.

De acordo com a Symantec, a primeira modificação do DevilRobber apareceu em 2011, na época, o vírus minerava Bitcoins. Na opinião dos especialistas, a mineração de Bitcoins com esse tipo de equipamento é inviável e não geraria lucro para o hacker, mesmo o serviço sendo de “graça”, por isso eles acreditam que o foco do vírus seja atualmente a mineração de Ethereum e Monero.

No final de junho, o programa de antivírus Dr.Web descobriu um trojan que usa a vulnerabilidade criada pela NSA para executar a mineração do Monero em computadores que executam o SO Windows.

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment