Smart Containers, utilizando contêineres inteligentes

Através da utilização da IoT (Internet-of-Things), a startup Smart Conteiners desenvolve, constrói e aluga contêineres para transportes aéreos. A princípio, a empresa focará no envio de remédios e alimentos, sendo que em um futuro próximo, poderá expandir e passar a enviar outros produtos.

Publicado em 31 de Maio de 2018 por

Através da utilização da IoT (Internet-of-Things), a startup Smart Conteiners desenvolve, constrói e aluga contêineres para transportes aéreos. A princípio, a empresa focará no envio de remédios e alimentos, sendo que em um futuro próximo, poderá expandir e passar a enviar outros produtos.

A startup chega em um momento crítico para a indústria de transportes, que sofre com a demora das entregas e principalmente com mercadorias danificadas, e, sendo assim, promete ser referência na hora de enviar remédios/alimentos.

Para exemplificar uma das falhas desse segmento, peguemos o caso de um paciente diabético que depende da insulina para viver: caso o produto seja erroneamente enviado ou mal armazenado, isso pode gerar consequências graves ou até mesmo culminar na morte do indivíduo.

No caso dos alimentos, existem frutas muito caras e de difícil transporte, como é o caso do melão Yubari: com seu gosto único e adocicado, um par dessas frutas custa cerca de US$225. Pense, então, que um erro pode fazer com que até mesmo 25% dos melões de um único lote seja descartado, gerando um prejuízo sem igual.

A solução da Smart Conteiners é utilizar a tecnologia de IoT juntamente à Blockchain para criar um ecossistema logístico em prol do transporte de importantes mercadorias. Note que essa inovadora tecnologia trouxe algo que faltava ao mercado: contêineres mais seguros e com temperatura controlada – desse modo, a startup se compromete a não entregar produtos avariados.

Pré-venda  

A pré-venda da ICO começou a todo vapor e arrecadou mais de US$9 milhões em apenas 13 dias, um feito notável. A startup oferece um bônus de 25% durante o período de pré-venda. Contudo, vale o alerta: esse bônus acabará no dia 30 de maio de 2018. O investimento mínimo é de US$5 mil.

A venda pública está prevista para o dia 7 de junho de 2018, e contará com 3 níveis de bônus: 15%, 10% e 5%. Para a primeira etapa de vendas, o investimento mínimo será de US$500.

Para mais informações, acesse o site oficial do projeto ou visite suas redes sociais:

Medium | Twitter | Telegram | Facebook | Youtube | Linkedin

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment