A empresa China State Power Grid e a China Southern Power Grid, registraram um roubo de eletricidade na cidade de Fengshun, província de Guangdong. De acordo com o site Bitcoin.com, cabos de alta voltagem estavam ilegalmente conectados ao sótão de uma das casas, onde ficava a fazenda de mineração.

A empresa China State Power Grid e a China Southern Power Grid, registraram um roubo de eletricidade na cidade de Fengshun, província de Guangdong. De acordo com o site Bitcoin.com, cabos de alta voltagem estavam ilegalmente conectados ao sótão de uma das casas, onde ficava a fazenda de mineração.

Ainda de acordo com a publicação, com a ajuda da eletricidade, os mineiros forneceram carga constante de 56 smartphones, nos quais foram instalados aplicativos para mineração, e vários dispositivos ASIC.

No total, as mineradoras roubaram 33 mil kW/h de energia. De acordo com os cálculos dos engenheiros da Power Grid, isso seria suficiente para extrair vários Bitcoins.

Atualmente, os proprietários da fazenda foram presos por suspeita de roubo de eletricidade em larga escala. Agências de aplicação da lei estão atualmente realizando ações investigativas.

Lembre-se de que no início de abril, o BTCSoul informou de que na cidade de Tianjin, na China, a polícia descobriu um grande roubo de eletricidade. Durante a investigação, 600 computadores para mineração foram apreendidos e processos criminais foram abertos contra seis pessoas.