Spotify Adquire startup de Blockchain Mediachain

A equipe da Mediachain Labs se juntará aos escritórios da Spotify em Nova York e a equipe combinada trabalhará para uma indústria de música mais justa, transparente e recompensadora para artistas.

Publicado em 30 de abril de 2017 por

A equipe da Mediachain Labs se juntará aos escritórios da Spotify em Nova York e a equipe combinada trabalhará para uma indústria de música mais justa, transparente e recompensadora para artistas.

O Spotify, um serviço de streaming de música que permite aos usuários encontrar músicas em um telefone, computador ou tablet, adquiriu a Mediachain Labs, um projeto blockchain que procura fornecer uma indústria musical mais transparente, que recompense os artistas de forma mais equitativa. Toda a documentação e código-fonte permanecerão com licença livre, de acordo com um blog da Mediachain Labs.

Uma Plataforma de Música Conectada

A Mediachain Labs trabalhou para criar uma plataforma mais conectada aos artistas. A equipe explorou os protocolos abertos, peer-to-peer e blockchain, descobrindo que eles podem capacitar os artistas para alcançar seu público de forma mais eficaz.

Nos últimos três anos, a Mediachain Labs criou uma infraestrutura de dados descentralizada, construindo aplicações que permitem a atribuição dos trabalhos aos seus devidos criadores. A empresa ainda criou um protótipo de sua própria criptomoeda, a qual recompensa os artistas por seus trabalhos.

A equipe

A equipe da Mediachain Labs acredita que uma camada de dados compartilhada é fundamental para abordar as questões de atribuição e direitos de propriedade e permitir um modelo de mídia mais eficiente para a criatividade online.

Arkadiy Kukarkin, diretor técnico da Mediachain Lab, foi o primeiro engenheiro contratado na Hype Machine, um agregador de curadoria musical.

Publicidade

Jesse Walden, co-fundador da Mediachain Labs, operou uma empresa de gerenciamento de artes para permitir que artistas, como Majical Cloudz, Solange Knowles e Blood Orange, se saíssem melhores em suas carreiras.

Informações sobre música crítica

Walden observou, em um blog recentemente, que nenhuma base de dados central existe para controlar a informação sobre a música. Existem dois tipos de informações importantes sobre uma música: quem a fez e quem possui os direitos sobre ela. Atualmente, essa informação é difícil de acompanhar, o que é um desserviço aos serviços de música, artistas e consumidores.

“O problema se dá devido ao fato de que a informação não tem uma casa globalmente referenciável”, Walden observou. “Em vez disso, ela existe em planilhas, bancos de dados proprietários, caixas de entrada de e-mail e contratos longos mantidos por organizações separadas”.

Uma blockchain é um banco de dados descentralizado onde os participantes registram a propriedade de tokens de valor e seu intercâmbio, sem a necessidade de uma entidade central para fornecer confiança.

A comunidade blockchain, no entanto, tem poucas pontes para consumidores finais, artistas e as plataformas que os dois grupos usam para interagir.

Conjunto Precedente para Imagens Visuais

A Mediachain Labs desenvolveu recentemente uma solução para um problema semelhante na indústria de imagem visual. O Mecanismo de Atribuição do Mediachain foi projetado para agregar milhões de imagens abertamente licenciadas, tornando mais fácil encontrar imagens gratuitas para uso na internet com atribuição apropriada.

A plataforma permite que os usuários façam upload de qualquer imagem da web e possam saber quem a fez e de onde ela veio. Se o Mecanismo de Atribuição não conhecer o criador da imagem, ele sugere imagens semelhantes licenciadas para reutilização que tenham atribuição de seus devidos criadores.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment