Stellar entra no jogo e promete ganhar World Series

A Stellar uma moeda digital pouco conhecida, fez novos acordos e promete democratizar o envio de dinheiro, tornando o serviço acessivel a todos.

Publicado em 9 de dezembro de 2016 por

Stellar lança uma das primeiras aplicações em blockchain com potencial para afetar um grande numero de pessoas fora do espaço das moedas virtuais, através de sua rede de transferência de dinheiro global destinados a alguns dos maiores mercados mundiais.

O CTO da iniciativa, Jed McCaleb assim o descreveu; a rede SWIFT é uma rede open-source que permite as pessoas conectadas ela, negociarem umas com as outras, com isso reduzindo a ação de atravessadores que elevam os custos e causam aumento no valor das taxas. A plataforma de sistemas financeiros se conecta entre si com uma integração técnica.

Publicidade

Publicidade

Ele disse:

“Dada à natureza diversa das redes de serviços financeiros globais hoje, esta interoperabilidade pode reduzir substancialmente os custos por fazer as transações de remessas atravessarem fronteiras nacionais, lugares onde moedas tradicionais não são muito eficientes. As transações processadas na rede Stellar levam de 3-5 segundos para serem completadas e são de custo extremamente baixo, independentemente do tamanho do valor do pagamento, atributos que tornam a plataforma excepcionalmente adequada para remessas internacionais”.

Pagamentos internacionais

A Stellar fez uma parceria com quatro instituições chave para permitir transferências globais de baixo custo para a Índia, Filipinas e Europa, bem como com a empresa de pagamentos transfronteiriços M-PESA para possibilitar o translado de valores de e para o Quênia, Ghana e Nigéria. Estas novas parcerias são especialmente significativas para a empresa, pois esta é uma das primeiras aplicações a utilizar a tecnologia blockchain que impacta positivamente um grande número de pessoas que ainda não possui acesso ao espaço das moedas digitais

Publicidade

Publicidade

Transferências globais de dinheiro a baixos custos

A aplicação permite que os indivíduos enviem suas moedas globais em remessas para qualquer um nas Filipinas usando a carteira Estellar, ou de qualquer instituição ligada a sua rede. Além disso, o ICICI Bank, o maior banco privado da Índia, vai ter um tempo de transferência de dinheiro menor e servirá a 35 países.

O Flutterwave vai usar a rede para suportar os pagamentos transfronteiriços para a M-Pesa, uma plataforma móvel para transferência de dinheiro e serviços financeiros utilizados por cerca de 21 milhões de assinantes no Quênia. O novo serviço irá expandir a capacidade dos utilizadores para enviar pagamentos independentemente deles serem baseados no Quênia, em Gana ou na Nigéria.

De acordo com o Banco Mundial, as remessas globais aos países em desenvolvimento totalizaram US$ 431,6 bilhões em 2015, e a Stellar, com o seu novo serviço de remessas, é alvo de novos mercados. Isto inclui três dos cinco principais países de remessas a receber, Índia, Filipinas e Nigéria, com um valor de mercado de mais de US$ 118 bilhões combinados.

A infraestrutura financeira do mundo deve funcionar como uma utilidade pública

A Stellar é uma rede sem fins lucrativos e opera na crença de que a infraestrutura financeira do mundo é tão importante que deve funcionar mais como uma utilidade pública, assim como a internet. Além disso, eles também acreditam que isso não deve ser propriedade de uma entidade com fins lucrativos e que todos devem ter acessos a esses serviços, para que ele não funcione como um atrativo para certas instituições, incluindo o acesso bancário.

McCaleb adiciona que a solução baseada em blockchain procurará eliminar a necessidade de todos os intermediários, permitindo que os consumidores e as empresas interajam umas com os outras diretamente, como fazem via e-mail.

Ele disse:

“Uma das aplicações mais importantes que geralmente é destacada acerca da blockchain e sua tecnologia é o potencial de trazer serviços financeiros para aqueles que não possuem acesso ao sistema bancário.”

No entanto, McCaleb sublinha que, até este ponto os benefícios da Blockchain, em grande parte, têm servido apenas as pessoas com conhecimentos técnicos e a comunidade Bitcoin. Com este projeto, a AIMS Stellar.org da um passo coletivo em direção ao cumprimento da promessa de usar a tecnologia blockchain para a inclusão financeira dos mais de 2,5 bilhões de pessoas no mundo que não possuem acesso ao sistema bancário convencional.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment