TaaS levanta US$ 7,9 milhões apesar das acusações

Na semana passada, a crowdsale do Token-as-a-Service (TaaS) culminou no acréscimo de mais US$ 7,9 milhões de valor em umaICO fenomenal.

Publicado em 2 de maio de 2017 por

Na semana passada, a crowdsale do Token-as-a-Service (TaaS) culminou no acréscimo de mais US$ 7,9 milhões de valor em umaICO fenomenal.

A TaaS, que se descreve como o “primeiro fundo fechado do mundo dedicado exclusivamente aos ativos em Blockchain”, começou a operar em duas corretoras: a Livecoin e Kuna da Ucrânia.

No total 3.699 investidores participaram da venda, onde quaisquer tokens não comprados da fonte original, que tinha 101.000.000 moedas, acabariam sendo destruídos.

Apesar da quantidade considerável coletada, que incluiu 3.450 BTC e 45.000 ETH, a oferta de TaaS foi ofuscada pelas estrondosas ICOs, como o da Gnosis e da iEx.ec.

Os organizadores também enfrentaram críticas durante a campanha, levando a uma declaração oficial na qual eles tentaram contrariar dúvidas de terceiros sobre a “integridade do fundo”.

O site, ICOalert.com, originalmente produziu um relatório afirmando que os desenvolvedores da TaaS tinham “conexões profundas” com a plataforma de investimentos BitUp, que dizem ter características que “se assemelham fortemente  às atividades das Plataformas de Investimento de Alto Rendimento”.

Publicidade

Em resposta, foi escrito no blog oficial da TaaS:

“A TaaS está ciente do relatório do alerta e de rumores relacionados que atacam a legitimidade do fundo e a integridade de sua equipe fundadora e de seus colaboradores. O relatório, repleto de imprecisões e suposições, desacredita os enormes esforços que a equipe da TaaS tem feito e continuará a fazer para garantir que o fundo seja bem sucedido e transparente”.

O Presidente e co-fundador da TaaS, Ruslan Gavrilyuk, entretanto, comentou em um comunicado de imprensa sobre o ICO que ele estava “extremamente satisfeito” com a reação.

“A taxa de investimento reflete a forte demanda do mercado por uma plataforma que reduz as barreiras de entrada para investir em criptocorrências, um nicho que a TaaS agora preencheu”, acrescentou.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment