Tether lançará USDT em Litecoin

A Tether está lançando um adicional de 300 milhões de dólares em Tokens USDT. O site do projeto diz que esse valor está autorizado para liberação, mas ainda não entrou em circulação.

Publicado em 27 de junho de 2017 por

A equipe OMNI anunciou seus planos de lançar os tokens de USDT na blockchain do Litecoin. Isso foi relatado no blog oficial da OMNI.

Lembre-se, até o momento, o USDT havia sido emitido exclusivamente em cima da blockchain do Bitcoin.

Ate o momento, a equipe do projeto não anunciou mais detalhes do plano de ação e os motivos que levaram à essa decisão, mas podemos supor que essa atitude foi tomada devido as incertezas e caos em torno da ampliação da rede do Bitcoin.

Por outro lado, o Litecoin já integrou todas as atualizações importantes como, por exemplo, o Segregated Witness. Além disso, a rede oferece vantagens como a alta velocidade nas transações e baixas comissões para as mesmas.

Uma coisa que ainda não ficou clara é se a blockchain do Bitcoin vai ser excluída completamente do processo e a forma que será feita essa transição para a rede do Litecoin. Conforme indicado no blog da OMNI, a empresa planeja, além disso, lançar o nó RSK (Rootstock).

Paridade com o Dólar

Há algum tempo a taxa do USDT que, de acordo com a ideia dos criadores, deve estar fortemente vinculada ao dólar dos EUA, experimentou um declínio significativo e, em algum momento, atingiu um valor menor de US$ 0,89. Posteriormente, a moeda atingiu novamente paridade com o dólar e em seguida ultrapassou seu valor, ficando fixados em mais ou menos US$ 1,06.

A violação da paridade começou depois que o banco americano Wells Fargo deixou de atender as transações de saída de seus bancos correspondentes em Taiwan. O mesmo problema foi experimentado pela corretora de criptomoedas Bitfinex em Hong Kong, que em algum momento de toda essa confusão iniciou uma ação judicial contra o Wells Fargo.

A situação se estabilizou em grande parte depois que o sistema da BitFinex retomou parcialmente os pagamentos  que haviam sido congelados e, em meados de maio, a paridade foi restaurada novamente.

Além disso, no contexto do declínio de valor que a maioria das moedas teve na semana passada, o USDT demonstrou uma tendência positiva. Então, na terça à noite, 26 de junho, o preço do USDT atingiu US$ 1,06.

Publicidade

Publicidade

Lembre-se, em maio, a decisão de abandonar a blockchain do Bitcoin a favor da do Litecoin foi anunciada pela rede social descentralizada. Na semana passada, também ficou conhecido o fato de que o Litecoin agora oferece suporte ao fornecedor líder de soluções do Bitcoin e ao provedor da popular carteira BitGo.

E, para piorar anda mais a situação do Bitcoin, a BitCart tomou uma decisão pouco comum ao abandonar o Bitcoin em favor do Dash como forma de pagamentos.

Conclusão

Se não pararem de brigar feito crianças e começarem a tomar decisões sérias e centradas – sem essa frescura de; “o meu é melhor que o seu, e o seu não presta” – as coisas ainda podem piorar muito para o Bitcoin e seus usuários. Podendo, ate mesmo, fazer com que a Primeira moeda digital perca seu lugar de posicionamento no comercio das criptomoedas.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment