Tinkoff Bank da Rússia está “quase pronto” para lançar o TinCoin

Num momento em que os funcionários do Banco Central Russo questionam se devem ou não legalizar o uso das criptomoedas, o fundador do banco, Tinkoff Oleg Tinkov, publicou um post no Facebook, no qual afirma que seu banco está "quase pronto" para lançar o seu própria moeda, o TinCoin.

Publicado em 4 de outubro de 2017 por

Num momento em que os funcionários do Banco Central Russo questionam se devem ou não legalizar o uso das criptomoedas, o fundador do banco, Tinkoff Oleg Tinkov, publicou um post no Facebook, no qual afirma que seu banco está “quase pronto” para lançar o seu própria moeda, o TinCoin.

O banco

O banco Tinkoff foi fundado em 2006 e conseguiu obter um grande número de clientes em um curto espaço de tempo graças às suas flexíveis regras para cartões de credito. Em agosto deste ano, o banco estava entre os dois principais emissores de cartões de crédito na Rússia, com uma participação de mercado de 11,5% e 8 milhões de emissões. Os ativos totais, segundo seu site, são de 215,3 bilhões de rublos (US$ 3,71 bilhões). O Banki.ru, maior portal de notícias financeiras da Rússia, denominou-o Banco do Ano em 2016.

Publicidade

Publicidade

Em sua publicação no Facebook, Oleg Tinkov revelou que tem a sensação de que a “liderança tecnológica” está escapando e, como tal, sente que o tempo é bom para lançar o TinCoin.

O post do banqueiro não revelou muito sobre o TinCoin e apenas acrescentou que a moeda “não compete com os bancos estaduais” em uma resposta um tanto irônica a um comentário. Em outra resposta, Tinkov aparentemente revelou que é um entusiasta da tecnologia e, presumivelmente, das criptomoedas.

Durante uma troca de mensagens via facebook, Oleg Tinkov ainda afirmou que considera o co-fundador da Apple, Steve Jobs, um gênio.

A iniciativa de Oleg Tinkov de lançar o TinCoin – caso ocorra – certamente será digna de nota, já que a posição oficial da Rússia em relação às criptomoedas ainda é contraditória.

Enquanto o vice-ministro das Finanças do país, Alexey Moiseev, afirmou que a Rússia provavelmente proibirá os pagamentos em Bitcoin, o ministro das Finanças, Anton Siluanov, disse em setembro que “não havia sentido proibir a criptografia”. Ele declarou, em particular que:

“O estado entende que as criptomoedas são reais. Não há sentido em proibi-las. É necessário regulá-las “.

O post de Oleg Tinkov foi aplaudido por vários usuários de redes sociais, já que alguns afirmaram que adotariam a criptografia imediatamente. Um deles o incentivou o CEO, afirmando que ele tem o público e a tecnologia e, como tal, a liquidez seria criada rapidamente.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment