Toronto ocupa a quarta posição no ranking FinTech

Uma nova pesquisa descobriu que Toronto ocupa o quarto lugar no mundo como um dos principais centros FinTech, com o setor disparando a um ritmo tal que muitas vezes é difícil dar sentido aos desenvolvimentos na indústria.

Publicado em 18 de janeiro de 2017 por

Uma nova pesquisa descobriu que Toronto ocupa o quarto lugar no mundo como um dos principais centros FinTech, com o setor disparando a um ritmo tal que muitas vezes é difícil dar sentido aos desenvolvimentos na indústria.

A pesquisa, “Trends and Innovations in Financial Services” (traduzindo: Tendências e Inovações em Serviços Financeiros), realizada no ano passado, recebeu respostas de mais de 300 profissionais de serviços financeiros durante julho e agosto, em todo o mundo. Comissionado pela Aliança de Serviços Financeiros de Toronto (TFSA) e um think tank líder do Reino Unido, Z/Yen, foram realizados questionários on-line, além de pesquisa documental e entrevistas informais com especialistas em serviços financeiros.

Publicidade

Publicidade

A pesquisa, que classificou Toronto como o quarto maior centro global da FinTech, analisou as percepções e opiniões dos profissionais financeiros internacionais sobre tendências e inovações no setor FinTech. Por exemplo, a pesquisa analisou o Brexit, a preocupação com a proteção de dados, pressões regulatórias, maior transparência na gestão de ativos e patrimônio, aumento da volatilidade nos financiamentos de petróleo e gás e a desaceleração global do crescimento econômico.

Em um comunicado de imprensa, Janet Ecker, CEO e presidente do TFSA disse:

“Toronto é o segundo maior centro financeiro da América do Norte, e Ontário tem a segunda maior concentração de empresas de tecnologia. Este ecossistema único criou um ambiente perfeito para um promissor hub internacional de FinTech emergir”.

Boas notícias para o Canadá

Isso, no entanto, é uma boa notícia para a nação canadense.

Publicidade

Publicidade

No início deste mês, foi relatado que os dados do setor tinham apontado que o financiamento de FinTech no Canadá tinha atingido um marco histórico de vinte anos em 2016, apesar de ter-se observado um declínio do mesmo nos EUA.

De acordo com pesquisa conduzida pelo PitchBook, o financiamento alcançou US$ 137,7 milhão ano passado, comparado aos US$ 21,8 milhão cinco anos e apenas a US$ 7.3 milhão em 2000.

Não é só isso, mas o Banco do Canadá anunciou em junho passado que vê o potencial da tecnologia financeira, pois ele pode ajudar a garantir uma evolução suave para o sistema financeiro atual.

Com um começo tão positivo para o Canadá no ano novo, o país parece estar ansioso para continuar o avanço que tem alavancado, particularmente em relação à sua contraparte dos EUA.

De acordo com a Thomson Reuters, de janeiro a setembro de 2016, US$ 2,5 bilhões foram investidos em 446 negócios. E ainda, enquanto os EUA ainda conseguiram investir US$ 4,27 bilhões, o Canadá está demonstrando que é uma nação que pode fornecer um ambiente ideal para firmas FinTech se estabelecerem. A notícia de que o Canadá vem melhorando sua posição dentro da indústria, pode ser um bom pressagio para as moedas digitais e para o Bitcoin.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment