Ubiquity + Universidade de British Columbia = Colored Coins

A Ubiquity está se associando a Universidade de British Columbia para criar uma blockchain de registro de imóveis, do resultado dessa união surge a Colored Coins.

Publicado em 30 de dezembro de 2016 por

A Ubiquity está se associando a Universidade de British Columbia para criar uma blockchain de registro de imóveis, do resultado dessa união surge a Colored Coins.

Os principais meios de comunicação têm captado as maneiras pelas quais a blockchain pode revolucionar os processos de negócios. Isso se estende à forma como os municípios administram títulos de terras.

Publicidade

Publicidade

Com o intuito de resolver o problema a Ubitquity juntou-se recentemente à equipe de pesquisa para blockchains e registros de propriedades da Universidade da Colúmbia Britânica.

“Nossa equipe teve o prazer de conhecer Victoria Lemieux (Professora Associada, Ciência de Arquivos, iSchool, Universidade de British Columbia; que trabalhou anteriormente com o Banco Mundial) em um evento do Banco Mundial março passado, e desde então temos trabalhado com ela e sua Equipe de pesquisadores (Hasan Cavosoglu, Luciana Duranti, Ning Nan, Carson Woo e parceiros acadêmicos)”, disse o fundador Nathan Wosnack. A Ubitquity também trouxe recentemente Joe Lamontagne, da Priority Title & Escrow, como conselheiro.

A startup oferece um meio de transferir registros com uma plataforma de blockchain SaaS (Software-as-a-Service). A UBITQUITY deseja que as empresas de imóveis, títulos e hipotecas se beneficiem de um registro limpo de propriedade, reduzindo o tempo de busca de títulos futuros, aumentando a confiança e a transparência.

Publicidade

Publicidade

Uma nova equipe principal, composta por Marina Reznik como diretora e Nathan Wosnack como o novo presidente, recentemente registrou transferências na blockchain, no final de junho de 2016.

“Temos um sistema de registro em funcionamento e estamos em parceria com nomes relevantes no setor privado, como a Title Companies e novos nomes da construção civil, já que você tem que começar em algum lugar e como você provavelmente sabe a inovação sempre começa com o setor privado, com os governos seguindo o exemplo”, disse Wosnack.

Ele ainda acrescenta: “Em última análise, pretendemos ampliar nossos horizontes e parcerias com municípios e tabelionatos do condado para registrar todos os documentos públicos associados a cada propriedade em sua jurisdição e trabalhar para que haja uma integração com as empresas de registro eletrônico”.

Wosnack ainda crê que a blockchain do Bitcoin teve uma vantagem significativa sobre as outras. “Enquanto sabemos que haverão inovações excelentes, confiáveis e criativas no futuro, que fornecerão soluções personalizadas, seguras e distribuídas, a blockchain do Bitcoin se encaixa na funcionalidade que precisamos para nossa plataforma e atualmente, na nossa opinião, a melhor e única escolha lógica”. A Ubitquity havia investigado implantação na rede Ethereum, e pode ser que ainda a adote no futuro.

“Achamos que é muito cedo para prossegui-lo”, disse Wosnack. “A distribuição, peer to peer natural da blockchain do Bitcoin, e o apoio que recebemos de Colu para a sua API sobre o protocolo Colored Coins tem sido ótimo. Nós estamos olhando para a integração de contrato inteligente, possivelmente com Rootstock (RSK).”

“A RSK é a primeira plataforma de contrato inteligente de código aberto com um mecanismo de 2 vias para o Bitcoin, que também recompensa os mineiros do Bitcoin por meio da fusão de mineração, permitindo que eles participem ativamente da revolução dos Smarts Contracts. A RSK tem o objetivo de agregar valor e funcionalidade para o ecossistema Bitcoin, permitindo contratos inteligentes, pagamentos quase instantâneos e maior escalabilidade “.

Publicidade

Publicidade

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment