Universidade alemã aceitará pagamentos em Bitcoin

Universidade Alemã, ESMT Berlin aceitará bitcoin (BTC)

Publicado em 8 de dezembro de 2016 por

A Universidade alemã, ESMT Berlin, acaba de anunciar que aceitará bitcoin como forma de pagamento para a certificação de matrícula e mensalidade. A escola será a primeira universidade alemã a aceitar a criptomoeda como pagamento.

Berlin ESMT: “É preciso aceitar a consequência da lógica digital”

A ESMT Berlim é uma escola de negócios líder na Alemanha, que oferece certificados MBA, doutorados e mestrados. A universidade privada, localizada na Schloss Gracht, perto da cidade alemã de Colônia, esta estabelecida há 25 anos, agora a escola estará aceitando bitcoin para todos os seus programas de educação. A universidade detalhou que as moedas digitais oferecem transferências de dinheiro sem a necessidade de terceiros ou intermediários.

Publicidade

Publicidade

“A Integração do bitcoin como um método de rotina de pagamento é uma consequência lógica da digitalização”, explica Georg Garlichs, CFO da ESMT. “Especialmente para transações internacionais de países cujo sistema bancário que funcione bem, a moeda digital oferece grandes vantagens através da transferência imediata, praticamente isentos de encargos, fazendo com que o bitcoin seja atraente para nós como um meio de pagamento a ser aceito”.

Cresce o interesse alemão em criptomoedas e blockchains

A Alemanha tem se interessado bastante no sentido de investigar e desenvolver moedas virtuais e soluções em blockchain. A ESMT Berlim tem uma ampla gama de estudos em blockchain que respeitam à inovação e o que isso significa para as empresas e para a sociedade. Além disso, algumas outras escolas na Alemanha têm pesquisado o assunto blockchain, bem como a Frankfurt School of Finance & Management. A ESMT Berlin descreve o Bitcoin como a “aplicação de blockchain mais bem desenvolvida”.

“Além de reduzir os custos das transações e consolidar os mercados P2P, a blockchain também facilita o marketing individual de dados pessoais”, detalha Christoph Burger, especialista em blockchain na ESMT. “Este é um recurso que oferece ao proprietário dos dados uma posição de negociação melhorada, especialmente nos tempos atuais.”

Publicidade

Publicidade

O potencial do BTC em outras universidades

Algumas outras universidades em todo o mundo também aceitam Bitcoin como pagamento para serviços e suprimentos. A Universidade de Nicosia Chipre foi à primeira escola a aceitar bitcoin por volta de 2013. Outras universidades aceitam a criptomoeda incluem a Universidade de Cumbria, King’s College em Nova York, e outros. Em Boston, você pode usar a moeda descentralizada na Loja COOP do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), para a compra de manuais e material escolar.

A ESMT Berlin vai se juntar a lista de escolas credenciadas em todo o mundo que veem o futuro do bitcoin, sua inovação e tecnologia. Espera-se que essas universidades despertem ainda mais o interesse acadêmico em soluções baseadas em criptomoedas.

Publicidade

Publicidade

Thiago
Thiago é co-fundador e o suporte técnico, famoso faz-tudo, por trás do BTCSoul. Para ele o interesse nas criptomoedas, Blockchain e Bitcoin se encontra também em seu código.

Leave a Comment