VENEZUELA: Surbitcoin fecha abruptamente

A maior exchange de Bitcoin da Venezuela, a Surbitcoin, deixou de negociar localmente depois que seu banco suspendeu de repente os serviços de retirada e depósito.

Publicado em 7 de fevereiro de 2017 por

A maior exchange de Bitcoin da Venezuela, a Surbitcoin, deixou de negociar localmente depois que seu banco suspendeu de repente os serviços de retirada e depósito.

A estrutura de negócios da Surbitcoin

Em uma declaração da quinta-feira, a casa de câmbio disse que seria forçada a cessar as operações por pelo menos duas semanas, enquanto “estabelece uma nova estrutura de negócios com novas melhorias e medidas de segurança”.

Os usuários tinham apenas um dia para retirar seus fundos, o prazo era ate 3 de fevereiro. Qualquer capital não retirado enfrenta um futuro “incerto”, o período aventado será de duas semanas offline, mas não existe nada concreto.

“Esperamos que a situação seja restaurada para começar a processar suas retiradas”, escreveu a Surbitcoin posteriormente em sua página no Facebook.

A casa de câmbio tem sua presença física nos Estados Unidos, mas enfrenta uma série de problemas com seu banco venezuelano, o Banesco nos últimos tempos. Os pagamentos atrasados e delongas, devido à infraestrutura bancária problemática, significam que esta suspensão total vem sem nenhuma surpresa.

Preocupações politicas

A Venezuela é atualmente uma área tensa para os usuários do Bitcoin. No mês passado, quatro pessoas foram presas por executar uma operação de mineração de Bitcoin, operação que as autoridades alegam estar prejudicando a rede elétrica do país.

A instalação, que trabalhava cm 300 Antminers é modesta em comparação com configurações em larga escala, também incluía um braço comercial que vendeu Bitcoins na fronteira Venezuela-Colômbia.

Mineiros

A especulação crescente é de que a paralisação da Surbitcoin é parte de um esforço governamental concentrado em impedir que o Bitcoin se torne um refúgio seguro contra a falência do Bolívar e as restrições draconianas sobre moedas estrangeiras.

Entretanto, é incerto que tipo de medidas de segurança devem ser introduzidas para que o câmbio possa reabrir. No entanto, dada a sua total ausência de liquidez, é provável que os utilizadores migrem para alternativas como a Localbitcoins, a qual foi endossada pela própria Surbitcoin.

A fragilidade das exchanges

No Facebook, os usuários pareciam em sua maior parte calmos, com as perguntas principalmente pertencentes a atraso de retiradas já solicitadas.

Os volumes do Bitcoin na Venezuela cresceram desde dezembro do ano passado, devido a uma combinação de agitação cambial e um aumento global da atividade de negociação da moeda em todo o mundo. No entanto, a Surbitcoin é apenas mais um exemplo da relativa fragilidade das bolsas e câmbios no ecossistema Bitcoin. Este assunto recentemente se tornou mais um ponto de conversa entre comentaristas, dentre os quais se inclui Andreas Antonopoulos.

Complicações adicionais surgem com exchanges para usuários iniciantes. Esses usuários tendem a guardar seus  fundos na carteira da casa de câmbio virtual em si, em vez de um ambiente totalmente controlado por eles mesmos.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Leave a Comment