Visa confirma inocência da Coinbase ao erroneamente retirar fundos de contas

A Coinbase, empresa norte-americana de criptografia, deixará de oferecer suporte a instalações de armazenamento em criptomoedas, cujo nível adicional de segurança é fornecido pela função de assinatura múltipla.

Publicado em 20 de Fevereiro de 2018 por

O sistema de pagamento Visa e a plataforma de ativos digitais Coinbase emitiram uma declaração conjunta, que confirma a falta de culpa da empresa californiana em recentes casos de retirada de fundos das contas de usuários.

O fato de que houve retiradas das contas dos usuários da Coinbase tornou-se conhecido após levantamento da questão no Reddit – saldos de muitos clientes foram zerados e aqueles cujas contas foram vinculadas a contas bancárias tiveram seus fundos retirados.

Representantes da Coinbase quase imediatamente declararam que o problema estava diretamente relacionado às ações do sistema de pagamento Visa. Explicando o motivo do erro, a empresa se referiu ao fato de que os emissores de cartões e bancos solicitaram recentemente uma série de grandes redes de cartões de crédito para alterar o código de conta de trânsito (MCC).

A Visa, por sua vez, não concordou com essas acusações, afirmando que não fez alterações no sistema que levariam a uma dupla transação reportada pelos titulares de cartões.

No entanto, após investigação do incidente, o sistema de pagamento retratou.

“Nos últimos dois dias, alguns usuários usando cartões de crédito ou débito na Coinbase poderiam ter enfrentado transações duplas em suas contas. Este problema não foi causado pelas ações da corretora”, diz o comunicado.

Também foi relatado que a Worldpay e a Coinbase trabalharam em conjunto com a Visa e seus bancos emissores para abolir transações duplas e retornar os fundos às contas de usuários.

A Coinbase espera que, na maioria dos casos, os fundos já tenham sido creditados nas contas relevantes, sendo que caso isso não tenha ocorrido, a recomendação é de que o usuário solicite esclarecimentos dos bancos emissores dos cartões.

Publicidade

Publicidade

O CEO da Coinbase, Brian Armstrong, também comentou o incidente, afirmando que ficou satisfeito com a confirmação de que sua empresa não estava envolvida no incidente. Ao mesmo tempo, ele lamentou que algumas pessoas façam conclusões precipitadas, acusando a Coinbase de tudo.

Lembre-se de que conforme relatado anteriormente, o lucro da Coinbase no ano passado excedeu US$1 bilhão. Isso aumentou o interesse dos investidores no site, contudo, a empresa proibiu categoricamente a venda de ações por parte de seus acionistas.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment