A corretora hibrida descentralizada para negociação de tokens ERC-20, Ethfinex, adicionou suporte a mais quatro tokens. São eles: VeChain (VEN), Maker (MKR), Rede Kyber (KNC) e POA Network (POA).

O fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, anunciou a iminente implementação do dimensionamento da rede na forma de sharding. No entanto, mudanças na estrutura e princípios da plataforma implicarão a necessidade de um hardfork.

O sharding, que os desenvolvedores do Ethereum consideram a opção mais ideal para dimensionar a rede, também exigirá uma mudança no algoritmo de consenso, que por sua vez terá um significativo impacto no processo de mineração.

No momento, a rede Ethereum usa o algoritmo Proof-of-Work (PoW), enquanto o sharding envolve uma transição parcial para Proof-of-Stake (PoS).

Sharding, anteriormente mencionado em uma entrevista pelo principal desenvolvedor do Ethereum, Vlad Zamfir, supõe a separação dos dados na Blockchain em partes mais gerenciáveis, nas quais os nós armazenam apenas uma parte dos dados, confiando em informações de outros nós.

Vale ressaltar que no final de abril, analistas do deVere Group sugeriram que até o final deste, ano o preço do Ethereum poderia crescer para US$2,5 mil.