Wanchain – transferências cruzadas distintas entre blockchains, conexão de cadeias independentes para uma estrutura de troca desses ativos e criação de apps

Jack Lu, CEO da Wanchain, falou sobre sua visão do setor em uma entrevista ao jornalista criptomonetário Lil Uzi Vertcoin. Ele ressaltou que apesar das fortes correções, o mercado sempre se recupera.

Publicado em 18 de outubro de 2018 por

O Wanchain está criando espaço para um novo mercado financeiro de ativos digitais, onde os usuários podem realizar transferências cruzadas distintas entre blockchains. Como uma blockchain autônoma, ela conecta as cadeias independentes para fornecer uma estrutura para a troca desses ativos.

Contudo, transferências não são a única funcionalidade da plataforma desenvolvida pelo Wanchain. Por meio de contratos inteligentes, protocolos de proteção à privacidade e usando o token nativo Wancoin (WAN), os usuários podem criar uma infinidade de aplicativos incluindo aplicativos financeiros.

Funcionamento

Mesmo sendo um descendente da Ethereum, o Wanchain não possui tantas semelhanças com ela. O seu token WAN, por exemplo, não é um ERC-20. Além disso, há muitas partes distintas na plataforma. O protocolo de comunicação de cadeia cruzada é o blockbone que oferece maneiras de transferências de dados entre o Wanchain e outras cadeias distintas.

O protocolo possui três módulos funcionais:

Módulo de registro: mantém registrados dados sobre a transação e o ativo em transferências.

Módulo de transmissão de dados de transações cruzadas: dá início à solicitação de transação cruzada para o Wanchain, reconhece se o nó validador retorna sucesso ou não e facilita a transação legal do nó validador para a cadeia original.

Módulo de consulta de status de transação: verifica o status da transação.

Desenvolvimentos recentes do Wanchain

O Wanchain tem mostrado que os interesses de sua equipe estão totalmente alinhados com os interesses da comunidade. Nesse sentido, seus desenvolvedores estão em constante trabalho para melhorar a plataforma, além de trazer ao mercado novos recursos.

Nesse sentido, o Wanchain fez importantes progressos incluindo o lançamento do Mainnet 1.0 com Monero Ring Signatures e One Time Addresses. Além disso, o Wanchain foi um dos pioneiros a alcançar a interoperabilidade com o blockchain Ethereum 2.0 com uso do Secure Multi-Party Computation (sMPC) e do Shamir’s Secret Sharing.

Em menos de um ano, a comunidade Wanchain cresceu em mais 200 mil participantes e muitas outras atualizações estão por vir. Segundo notícia da página do Wanchain, no Medium, nos próximos meses, em 2019, a equipe deve anunciar entre muitas outras as seguintes novidades:

  • Interoperabilidade com outros tokens ERC-20
  • Wanchain 3.0 (interoperabilidade com Bitcoin)
  • Ferramentas de desenvolvimento
  • Soluções Enterprise Blockchain
  • Projetos Pilotos do Governo
  • Proof of Stake (PoS)
  • Maior Marketing e Branding
  • Atualizações técnicas
  • Soluções de escalabilidade

Além de tudo isso, a Wanchain introduziu a WanLabs que tem recebido constantes atualizações. A WanLabs é a incubadora blockchain para o ecossistema do token. Ela é um acelerador virtual global para empresas de blockchain que buscam desenvolver o protocolo Wanchain.

Anonimato da transação de token de contrato inteligente

O Projeto Wanchain é um dos pioneiros em termos de inclusão de privacidade em contratos inteligentes. A plataforma utiliza ring signatures (assinatura de anel) e geração de endereço única para garantir anonimato às transações.

No modelo ring signatures, a assinatura do remetente é misturada a outras contas falsas, dessa maneira rastreá-la se torna uma tarefa extremamente complexa. Ademais, o Wanchain cria um endereço distinto para cada transação, e assim a detecção dos padrões de transação é quase impossível

Wancoin (WAN) – ICO

O Token Wancoin (WAN) é a moeda nativa e combustível da economia Wanchain. As transações dentro da plataforma exigem quantidades determinadas de WAN e os usuários precisa pagar WAN aos nós de verificação de cadeia cruzada para fazer transações.

No ano passado, a equipe Wanchain realizou uma ICO na qual foram vendidos 107,1 milhões de tokens, o que gerou uma arrecadação de 120.000 ETH. Os fundos levantados serão progressivamente divididos da seguinte forma: 60% para pesquisa e desenvolvimento; 10% para desenvolvimento comunitário; 10% para marketing; 10% para infraestrutura e; 10% para operações diárias.

Desenvolvimento do WAN no mercado

O WAN vem sendo negociado no mercado desde março deste ano. Depois de um mergulho inicial, o token iniciou uma forte trajetória de alta, e atingiu seu maior pico quando chegou a ser negociado por US$ 9,84. De lá para cá seguiu uma tendência quase constante de baixa. No momento dessa redação, segundo o CoinMarketCap, o WAN era negociado por US$ 1,35, o que representa uma queda de quase 85% desde o seu maior valor.

Contudo, analisando um período de tempo mais curto, o progresso do Wancoin é notável. Nos últimos sete dias o token somou um aumento de 54%, e se analisados os últimos 14 dias, o cenário é ainda mais favorável, nesse período o aumento chegou a 91,8%.

De um total de 210 milhões de token cunhados, segundo o CoinMarketCap, estão em circulação 106.152.493. O WAN pode ser negociado principalmente pela Binance, Houbi e Kucoin.

Para saber mais sobre o Wanchain acesse o site oficial

Ou acompanhe o projeto pelas redes sociais

Medium

Reddit

Telegram

GitHub

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment