Western Union se recusa a trabalhar com criptomoedas

A Western Union, empresa gigante quando se trata da transferência de dinheiro, está registrando uma patente para um sistema financeiro de analise de transações que poderia ser aplicada em moedas digitais como o Bitcoin.

Publicado em 15 de junho de 2018 por

A gigante de pagamentos Western Union não pretende trabalhar com criptomoedas. Isso foi anunciado pelo CEO da empresa, Hikmet Ersek, e relatado pelo MarketWatch.

A Western Union se recusou a suportar transações em criptomoedas por conta das preferências dos clientes de fazer transferências em moedas fiduciárias.

“Os consumidores nos dizem o que querem. As pessoas não pagam contas em hospitais através de criptomoedas”, disse ele.

A decisão da empresa também foi influenciada pelo ceticismo em relação a essas classes de ativos dos bancos centrais. Segundo Ersek, os gerentes financeiros não querem abrir mão do controle sobre o dinheiro local e mudar para uma alternativa descentralizada que se manifesta na forma de moedas digitais. O presidente da Western Union está convencido de que o dólar, o euro e o iene têm mais vantagens que as criptomoedas.

Vale ressaltar que anteriormente, ainda no contexto de notícias sobre a Western Union, tornou-se conhecido que em fevereiro, a gigante de pagamentos confirmou informações de que está testando a possibilidade de fazer pagamentos com base na tecnologia da Ripple.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment