White Rabbit, recompensando filmes e séries em qualquer plataforma P2P

Meses atrás, um ambicioso e inovador projeto chegava, esse era o White Rabbit, e seu sistema inteligente de recompensar filmes e séries. Utilizando-se da tecnologia de Blockchain, a plataforma oferece alívio a cineastas que não são famosos e lutam pelo seu espaço na indústria digital.

Publicado em 4 de junho de 2018 por

Meses atrás, um ambicioso e inovador projeto chegava, esse era o White Rabbit, e seu sistema inteligente de recompensar filmes e séries. Utilizando-se da tecnologia de Blockchain, a plataforma oferece alívio a cineastas que não são famosos e lutam pelo seu espaço na indústria digital.

Os desafios eram grandes, e primeiramente exigiam confrontos contra gigantes de streaming – popularmente conhecida como pirataria – e seus milhões de assinantes. Mas Alan R. Milligan, CEO da startup e sua equipe acreditaram no projeto e abraçaram a causa, onde aos poucos foram ganhando força, colaboradores e parceiros.

NÃO DEIXE O SAMBA MORRER

Primeiramente, usuários buscam conteúdos diferenciados para diversão a todo momento. Os gostos são vastos: existem pessoas que adoram filmes antigos ou até mesmo animações de anos ou décadas atrás.

O problema é que muitas vezes não existe uma plataforma que transmita esse conteúdo. A Netflix era o lugar mais indicado para procurar por coisas antigas e diferenciadas, contudo, atualmente, a gigante de streaming tem focado mais na produção de conteúdo próprio e retirado de seu catálogo diversos filmes, séries e animações.

A White Rabbit surge como uma terceira opção, já que nela, usuários poderão acompanhar seus conteúdos preferidos de forma legal, além de apoiar cineastas que estejam começando e não consigam o devido ganho.

Os fãs estão aprovando muito as ideias da startup, entre eles, Jon Clarke, que fez o seguinte comentário no Facebook da White Rabbit: “é muito triste ver ótimos filmes e séries um pouco desconhecidas sendo perdidas no esquecimento. Na plataforma, o conteúdo nunca morre, os fãs terão liberdade para acessar mais matérias, artistas, desenhos e muito mais”.

O melhor de tudo isso é que todos saem ganhando: os fãs terão finalmente terão uma plataforma na qual poderão assistir suas coisas preferidas de forma legal fazendo uso de pagamento em tokens WRT. E o criador de conteúdo ganhará por seus direitos, além de poder interagir com os usuários, contar mais sobre sua vida, trabalho e os próximos projetos.

Informações sobre a venda de tokens

A pré-venda começou no dia 7 de maio de 2018, contando com bônus de mais de 20%. Contudo, houve uma pausa por recomendação da FMA (Financial Market Authority) de Liechtenstein, que ainda não concluiu a revisão do Token WRT.

Para mais informações, acesse o site oficial ou visite as redes sociais do projeto:

Facebook: https://www.facebook.com/WRJumpIn

Twitter: https://twitter.com/WRJumpIn

Telegram: https://t.me/jumpin

Medium: https://medium.com/@JumpIn

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment