Comprei Bitcoin em R$ 13 mil, e agora?

o grito

Publicado em 1 de junho de 2017 por

Há pouco tempo, o Bitcoin bateu uma marca histórica no mundo, US$ 2.700, e também no Brasil, ultrapassando os R$ 13 mil. E, como o Bitcoin estava quebrando barreira após barreira, muitos, literalmente, encheram a burra comprando BTC perto da maior alta que a moeda virtual já teve.

Com isso, essas pessoas agora tem de encarar alguns sentimentos familiares a todo investidor: O medo de ter comprado um ativo no pior momento possível e agora estar segurando-o sem saber se é possível lucrar vendendo e comprando mais barato.

E agora José?

Bom, como em qualquer outro mercado ou prática de investimentos, o desespero não leva a lugar algum. Então, caso isso tenha acontecido com você, respire fundo, passeie bastante e relaxe a cabeça, esquecendo por alguns momentos o fato de que o BTC baixou R$ 4.000 de valor por unidade.

Pode ser uma das coisas mais frustrantes tentar esquecer por um momento que seja esse fato, mas se queremos tirar proveito da situação ainda agora, é melhor esfriar a cabeça antes de fazer qualquer planejamento ou tomar alguma decisão precipitada.

Assim que já tiver se conformado com a situação atual, preferencialmente depois de uma boa noite de sono, é hora de fazer seu planejamento.

Planejando o futuro

A primeira pergunta a ser respondida quanto a esse planejamento é bem simples: Você precisa do seu dinheiro que está investido em Bitcoin AGORA? Se sim, então você precisa! Não faz sentido ter dinheiro em criptomoedas se vai ficar com fome em casa. Caso não, então é bem provável que você recupere seu valor completo, ou talvez até mais.

Publicidade

Para executar um plano de forma correta, primeiramente, precisamos nos informar mais a fundo sobre o que está acontecendo com o preço do BTC. Quais são os fatores que impulsionam uma alta? O que levou o preço a cair? Qual é o ambiente político/econômico do mundo no momento?

13 Reasons Why

Basicamente, o BTC é um instrumento financeiro comparável ao Ouro, ou seja, ele é classificado por economistas como ativo de reserva, para onde as pessoas enviam seu dinheiro em caso de incerteza política e econômica. Nessa linha de pensamento, é interessante pensar quanto ficaria valendo o Bitcoin em caso de guerra mundial.

Quanto aos fatores que impulsionam a alta, basta olhar as notícias e ver o que está acontecendo no panorama das criptomoedas no momento. Uma atualização ao Bitcoin ou então o evento de um Halving (quando a recompensa dos mineiros é reduzida pela metade), conhecidamente acrescentam valor ao BTC.

Agora, para saber o que causa uma queda, temos de entender no que estavam pensando investidores de todo o mundo ao retirarem valores da moeda criptográfica. As correlações feitas entre notícias, como as daqui, e de fatos que ocorrem no mundo, desenham um quadro interessante que auxilia bastante nesse momento.

Depois disso, apenas nos resta uma pergunta para responder, a do ambiente político e econômico mundial. Isso é mais facilmente respondido do que qualquer uma das outras perguntas, já que em qualquer noticiário é possível ver que o mundo está mais louco que My Little Pony e que estamos à beira de uma, ou várias, guerra(s).

Entendendo as respostas

Nesse ponto, você já deve ter se informado como podia sobre tudo o que ocorreu perto do aumento do preço do Bitcoin e como ele acabou reagindo ao processo como um todo. Assim sendo, responda às seguintes perguntas para si mesmo:

  1. As razões que impulsionaram a alta, podem ocorrer ou é provável que ocorram novamente?
  2. Os motivos possíveis para a queda ocorrerão novamente? Se ocorrerem, qual é a chance do resultado ser o mesmo?
  3. O mundo vai mesmo acabar?

Com as respostas para essas perguntas, é possível se planejar e imaginar a probabilidade do aumento, ou queda, de valor se repetir. Contudo, conforme dito anteriormente, o Bitcoin é um ativo comparável ao Ouro e, como tal, dificilmente perde valor em longo prazo.

Paciência é a chave

De nada adianta todo o processo caso você não tenha paciência o bastante para executar o planejado. Algumas pessoas são muito inquietas e agitadas por natureza, querendo tudo para ontem. Se você é uma dessas pessoas, olhe as fotos de gatinhos abaixo por alguns instantes antes de prosseguir o texto.

Publicidade

gatinho anti stress gato duas caras antistress gatinhos anti estresse no copo gato abraço contra estresse gatos power rangers

Funcionou?

Brincadeiras à parte, o negócio é ter paciência. Alguns fatos testemunham fortemente em favor do Bitcoin.

– Por volta de 2020 a recompensa de mineração do BTC vai ser reduzida pela metade, diminuindo a entrada de moedas no mercado.

– O mundo está uma zona, extremamente polarizado como na época da guerra fria. A única diferença é que dessa vez não temos apenas dois lados, mas uma infinidade deles. E como esse é um problema político, acaba retirando valor das moedas fiduciárias.

– Não apenas um, mas vários analistas de mercado dizem que o preço do Bitcoin não está nem perto de seu valor máximo histórico. Tem maluco falando que o BTC chega a US$ 100 mil! Por mais que não dê para acreditar nisso logo de saída, dá pra entender que pelo menos US$ 3.000 é possível.

– O fator Brasil se enquadra aqui como uma luva, já que estamos atualmente em um dos piores momentos políticos de nosso país. Conforme mencionado acima, fragilidade política e corrupção enfraquecem e inflacionam a moeda fiduciária do país. Então, responda sinceramente, você acha que quem vai ganhar valor diante de quem? O BTC e o USD ou o Real?

Conclusão

Por mais que você tenha comprado o Bitcoin em R$ 13 mil e ainda não tenha vendido, tenha um pouco de paciência e fique de olho nas notícias. Não adianta tomar atitudes precipitadas. Se informe, se eduque e decida, de cabeça fria e com planejamento, o que fazer com seu ativo digital.

Atenção: Isso é só uma reflexão! O que você vai fazer com seus Bitcoins é algo que só você pode resolver. Então, não me responsabilizo por quaisquer perdas ou ganhos que possam ocorrer do uso de qualquer tática/conselho dado aqui.

Thiago
Thiago é co-fundador e o suporte técnico, famoso faz-tudo, por trás do BTCSoul. Para ele o interesse nas criptomoedas, Blockchain e Bitcoin se encontra também em seu código.

Leave a Comment