Andreessen Horowitz lança fundo de criptomoedas com ativos em US$300 milhões

A empresa americana de capital de risco, Andreessen Horowitz, abriu vagas para gerentes de atividades financeiras e operacionais e assessores jurídicos. De acordo com as informações indicadas nas duas vagas, os funcionários trabalharão em um "fundo gerenciado individualmente que foca em ativos criptomonetários".

Publicado em 27 de junho de 2018 por

A Empresa de capital de risco Andreessen Horowitz lançou um fundo orientado com um montante de ativos de US$300 milhões. Isso foi relatado pela CoinDesk.

O fundo denominado a16z estará envolvido em investimentos de longo prazo em projetos criptográficos e de Blockchain.

“Temos investido em ativos criptográficos há mais de cinco anos”, afirmou Chris Dickson, sócio-geral da Andreessen Horowitz. “Nós estruturamos o a16z de tal forma que tivemos a oportunidade de manter nossos investimentos por mais de 10 anos”, continuou.

Ele acrescentou que a empresa almeja se envolver em investimentos de longo prazo de forma consistente, independentemente das condições do mercado. O fundo se concentrará em projetos que ofereçam soluções viáveis ​​para longo prazo.

Note também que o cargo de um dos líderes da empresa pertencerá à ex-promotora federal dos EUA, Kathryn Haun.

Ainda no contexto de notícias sobre a Andreessen Horowitz, vale ressaltar que anteriormente, ainda em junho, relatamos que essa e outras empresas de capital de risco investiram US$20 milhões na plataforma TrustToken, detentora do TrueUSD. Leia mais sobre isso aqui.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment