Armênia terá zona econômica livre com centro de dados para mineração

O Armenian Blockchain Forum (ABF) apresentou um programa de criação da Zona Econômica Livre (SEZ) ao Presidente da Armênia, Serzh Sargsyan, e ao grupo de trabalho do governo.

Publicado em 30 de agosto de 2018 por

Por decisão do governo armênio, a cidade de Hrazdan se tornará a quarta zona econômica livre (ZEL) do país com um centro de dados para mineração. O organizador do ecossistema da ZEL é a ECOS, que será responsável pelo desenvolvimento do cluster tecnológico. Isso foi relatado por representantes da ECOS.

A principal tarefa da ZEL será a criação de uma infraestrutura para o desenvolvimento de projetos cujo trabalho seja baseado em Blockchain, inteligência artificial e aprendizado de máquinas.

O ecossistema da ZEL incluirá projetos educacionais e de comunicação, laboratórios de pesquisa, plataformas eletrônicas para atrair investimentos em startups e um centro de dados para mineração. Residentes da zona econômica livre receberão taxa zero de IVA e estarão isentos do imposto de renda por 25 anos.

No primeiro estágio do ecossistema, a ECOS planeja atrair mais de US$100 milhões em investimentos.

“Como parte do programa, uma plataforma global será criada para desenvolver e atrair tecnologias inovadoras e levar projetos ecossistêmicos aos mercados internacionais. Isso servirá como um poderoso impulso para o desenvolvimento do cluster tecnológico do país”, explicou, Ilya Goldberg, sócio-gerente da ECOS.

Ainda no contexto da notícia acima divulgada, lembramos que anteriormente relatamos que a plataforma arménia Blockchain Forum (ABF) anunciou planos de criar uma zona econômica livre na Armênia para o desenvolvimento de projetos de Blockchain.

Chrys
Chrys é fundadora e escritora ativa do BTCSoul. Desde que ouviu falar sobre Bitcoin e criptomoedas ela não parou mais de descobrir novidades. Atualmente ela se dedica para trazer o melhor conteúdo sobre as tecnologias disruptivas para o website.

Compartilhe!

Leave a Comment